Foto: Hugo Barreto/Metrópoles

Com uma vitória construída em um primeiro tempo avassalador, o Brasiliense venceu o Brasília por 3 x 1, na tarde deste sábado (18/3), e carimbou sua passagem às semifinais do Candangão. O resultado acabou rebaixando a equipe colorada para a Segundinha. Os gols do Esquedrão Amarelo foram marcados por Yuri Mamute (artilheiro da competição ao lado de Matheus Barboza, do Samambaia, com sete gols), Goduxo e Tobinha. Matheus descontou no gramado da Boca do Jacaré.

O Brasiliense terminou em segundo na tabela de classificação, com 15 pontos, e vai enfrentar na semifinal o Capital, que ficou em terceiro com os mesmo 15 pontos. Os jogos de ida e volta ainda serão marcados pela FFDF.

Jacaré decide no primeiro tempo

A grande primeira finalização do jogo saiu com o time do Brasília, com uma jogada de Marcos Antônio, aos três minutos, finalizando cruzado dentro da área, e Aldo apareceu para desviar com a ponta da chuteira e evitar o gol. Mas depois disso, o jogo foi todo do Jacaré. Aos cinco minutos, Aloísio cobrou escanteio e Diogo Sodré cabeceou em cima do goleiro.

Em um intervalo de seis minutos, o Brasiliense construiu o placar do primeiro tempo com uma sequência de finalizações certeiras. Aos 10’, Aloísio desceu pela esquerda e cruzou na medida para Yuri Mamute escorara para fazer o primeiro. Dois minutos depois, Goduxo ficou com a sobra na cara do gol e só deslocou Jennerson para ampliar. Aos 14’, Aloísio bateu escanteio na segunda trave e Tobinha apareceu sozinho para completar de carrinho e fazer o 3 x 0.

A melhor chance do Brasília aconteceu na bola parada. Aos 28’, Regino cobrou uma falta de longe, que explodiu no travessão. Com 32 minutos, Diogo Sodré fez uma ótima jogada pela direita e tocou para Yuri Mamute chegar de trás e bater em cima de Jennerson.

Aos 41’, Goduxo saiu sozinho em velocidade pela direita e tentou uma cavadinha, mas o arqueiro fez a defesa. A bola sobrou para o próprio Goduxo (que estava jogando de ponta), que tocou para Aloísio finalizar de fora pelo lado esquerdo do gol.

Quebra de ritmo

Com menos movimentação das duas equipes, o segundo tempo caiu a intensidade, e poucas chances foram criadas para os dois lados. Aos 13’, Aloísio lançou Goduxo às costas da defesa, e o camisa 11 bateu em cima de Jennerson.

Com 26 minutos, Renan Oliveira levantou a bola em uma cobrança de escanteio e o zagueiro Gabriel subiu para cabecear rente ao pé da trave.

As duas últimas jogadas ofensivas bem executadas foram do Brasília. Aos 37’, Júlio Carioca chegou a fundo e cruzou para trás. Matheus apareceu para completar e diminuir o placar. 3 x 1. Três minutos depois, Júlio Carioca mais uma vez avançou e bateu no ângulo, mas Artur fez a defesa segura.

BRASILIENSE 3  X 1 BRASÍLIA

Candangão – primeira fase – nona rodada

18/03/2023, 15h30 – Boca do Jacaré, Taguatinga-DF

Árbitro: Rafael Diniz

A1: Daniel Henrique

A2: Josieliton Silva

4º árbitro: Allysson Zilse

BRASILIENSE

Artur; Andrezinho (Caetano), Gabriel, Gustavo Henrique e Aloísio; Aldo (Gabriel Henrique), Zotti (Renan Oliveira) e Diogo Sodré; Goduxo, Tobinha (Daniel Alagoano) e Yuri Mamute (Kieza)

Técnico: Roberto Cavalo

Gols: Yuri Mamute (10’ 1T), Goduxo (12’ 1T) e Tobinha (14’ 1T)

Cartões amarelos: Andrezinho, Yuri Mamute, Zotti e Gabriel

BRASÍLIA

Jennerson; Marquinhos, Regino (Matheus), Juan (Yuri Ferreira), Borges e Dadinho; Castro Jr., Hiwry (Titico) e Careca (Júlio Carioca); Mirandinha e Marcos Antônio (Vitor)

Técnico: Alex Silva

Gols: Matheus (37’ 2T)

Cartões amarelos: Regino, Borges e Yuri Ferreira

André Gomes/Brasiliense FC