Foto: Vinícius Schmidt/ Metrópoles

Jogando na Serrinha, o Brasiliense foi eliminado da Copa Verde, na noite desta quinta-feira (23/3), pelo Goiás. A equipe do Jacaré fez um jogo difícil, e até foi melhor durante boa parte da partida, mas acabou tomando o gol aos 12 minutos do primeiro tempo, que decretou o placar final. A rede foi balançada por Palacios.

A equipe agora vira a chave e entra em campo no próximo domingo (26/3), às 15h45, no Estádio JK, pelo Candangão. O adversário será o Capital, no primeiro jogo entre as equipes na semifinal da competição.

Segundo tempo

A torcida presente na Serrinha esperou até os 11 minutos de jogo para ver a primeira finalização, que saiu dos pés da equipe do Goiás. O lateral Maguinho avançou sozinho na ponta direita e bateu em cima de Artur. No lance seguinte, Diego Gonçalves que recebeu nas costa da marcação e cruzou para o meio da área. Artur fez a defesa, mas a bola sobrou para Palacios bater para o gol aberto. 1 x 0.

Com a desvantagem no placar, o Brasiliense se lançou e passou a dominar o adversário. Aos 18’, Yuri Mamute dominou na entrada da área e bateu mascado pelo canto direito. Na sequência, o centroavante do Jacaré ajeitou para Radamés chegar chutando de fora, mas a bola saiu por cima.

Aos 32’, o Brasiliense encaixou um ótimo contra golpe com Yuri Mamute, que pegou a zaga desarrumada e tocou para Tobinha em velocidade. O ponta limpou a marcação com um corte seco e bateu em cima de Tadeu. Três minutos depois, Tarta bateu colocado de fora e mais uma vez o goleiro esmeraldino apareceu para fazer uma ótima defesa.

Segundo tempo

Na segunda etapa, o Goiás voltou um pouco melhor nos primeiros minutos. Aos cinco jogados, Diego Gonçalves arriscou de longo e a bola saiu sem força rente a trave direita. Com sete minutos, Diego Gonçalves cobrou uma falta fechada e a bola bateu na rede pelo lado de fora. Aos 11’, Alesson cabeceou por cima o escanteio cobrado por Palacios.

Quando o Brasiliense chegou ao ataque, criou três chance com Tarta. Aos 12’, as duas primeira foram chutes de fora que saíram por cima do gol. A terceira foi aos 19 minutos, em outra finalização de longe, mas que foi desviada para escanteio pelo goleiro Tadeu.

O Goiás teve apenas mais uma chance, aos 28 minutos. Hugo pegou de primeira pelo conto esquerdo e Artur foi no cantinho para fazer a defesa. A bola ainda tocou na trave antes de sair para escanteio.

Aos 33’, Hugo foi expulso por uma entrada dura em cima de Gabriel Henrique, e com 11 contra 10, o Jacaré pressionou a amassou até o final, mas não conseguiu uma finalização precisa, com exceção do chute mascado de Yuri Mamute, aos 41 minutos, que ficou nas mãos de Tadeu.

GOIÁS 1 X 0 BRASILIENSE

Copa Verde 2023 – quartas de final – jogo de volta

23/03/2023, 19h – Estádio da Serrinha, Goiânia-GO

Árbitro: Marcos Matheus Pereira-MS

A1: Eduardo Gonçalves da Cruz-MS

A2: Cícero Alessandro de Souza-MS

4º árbitro: Anderson Gonçalves-GO

GOIÁS

Tadeu; Maguinho (Yan Solto), Eduardo Thuram, Sidmar e Hugo; Felipe Bastos (Nicolas), William Oliveira (Felipe Ferreira) e Palacios (Zé Ricardo); Alesson, Diego Gonçalves (Vinícius) e Philipe

Técnico: Guto Ferreira

Gols: Palacios (12’ 1T)

Cartões amarelos: William Oliveira, Palacios e Zé Ricardo

Cartões vermelhos: Hugo

BRASILIENSE

Arthur; Andrezinho (Daniel Mendonça), Gustavo Henrique, Gabriel e Aloísio; Aldo, Radamés (Diogo Sodré), Tarta e Zotti (Gabriel Henrique): Tobinha (Hernane Brocador) e Yuri Mamute

Técnico: Roberto Cavalo

Cartões amarelos: Andrezinho, Aldo, Daniel Mendonça e Gabriel

André Gomes/Brasiliense FC