Foto: Vinícius Schimdt/Metrópoles

O Brasiliense aplicou uma goleada por 5 x 0 sobre o Taguatinga, na noite desta segunda-feira (13/2), jogando na Boca do Jacaré. O jogo válido pela quarta rodada do Candangão, colocou o Jacaré na ponta da tabela com a vitória, que foi toda construída no primeiro tempo, com Tarta marcando três vezes e Yuri Mamute anotando os outros dois.

A equipe amarela chegou aos sete pontos, e leva vantagem sobre o Gama, segundo colocado, no saldo de gols: sete contra dois. A próxima partida do Jacaré será na quinta-feira (16/2), às 20h, na Boca do Jacaré, contra o Samambaia.

Domínio amarelo

A pressão amarela foi aplicada logo quando a bola rolou. Com três minutos, o Brasiliense já havia finalizado três vezes. A primeira na cabeçada por cima de Luquinhas, depois no chute de longe de Tarta e com a testada de Railon que saiu perto do gol.

Com oito minutos, a equipe ganhou um escanteio no canto esquerdo do campo. Tarta foi para a cobrança e bateu direto no gol, anotando um golaço olímpico para abrir o placar.

Com a vantagem, o Brasiliense deixou de atacar por um breve momento, o que ocasionou duas chegadas do TEC. Aos 12’, Henrique bateu uma falta de longe que saiu pelo lado esquerdo. Dois minutos depois, Marlon Maranhão fez uma ótima jogada, invadiu a área e bateu na rede pelo lado e fora.

Aos 17’, foi iniciada a chuva de gols do Jacaré. A equipe chegou à frente da área tabelando, até Luquinhas servir Tarta para um chute rasteiro que morreu no cantinho do gol.

O hat-trick de Tarta saiu aos 28 minutos. Zotti levantou na área e o camisa 8 cabeceou cobrindo o goleiro Batista, colocando o 3 x 0 no Placar.

Com a vantagem, e o time do Taguatinga sentindo os gols, Tobinha infernizava a defesa pelo lado direito, e aos 28, tentou uma finalização que foi parada com a mão por Jeffão. Pênalti marcado que Yuri Mamute foi para a cobrança e converteu.

Aos 35’, Tarta foi para mais uma cobrança de escanteio pela esquerda, e levantou na cabeça de Yuri Mamute, que ganhou na força da defesa e escorou para o fundo do gol. Goleada na primeira etapa.

O último lance do jogo saiu dos pés de Marlon Maranhão, que invadiu a área e mais uma vez balançou bateu para fora.

Caída de ritmo

A segunda etapa foi bem diferente do show presenciado no primeiro tempo. O Brasiliense voltou com quatro substituições: Renan Oliveira, W. Balotelli, Alvinho e Kieza entraram nos lugares de Zotti, Tarta, Luquinhas e Yuri Mamute. E equipe deixou o ritmo cair e só finalizou aos 11 minutos. Tobinha recebeu dentro da área, limpou a marcação e bateu pelo lado direito do gol.

O Taguatinga se lançou ao ataque e conseguiu criar pela primeira vez aos 26 minutos. Jesiel desviou de cabeça uma cobrança de escanteio e mandou por cima. Aos 30’, Jeffão cabeceou para fora uma cobrança de falta batida pela esquerda.

O último lance do jogo saiu com 33 minutos. Pikachu arriscou de longe e Artur caiu para fazer a defesa. Depois do lance, o Jacaré administrou o bom resultado e saiu com a vitória.

BRASILIENSE 5 X 0 TAGUATINGA

Candangão 2023 – primeira fase – quarta rodada

13/02/2023, 20h – Boca do Jacaré, Taguatinga-DF

Árbitro: Marcello Rudá

A1: Lucas Guerra

A2: Marconi Souza

4º árbitro: Allysson Zilse

BRASILIENSE

Artur; Caetano, Railon (Bahia), Gustavo Henrique e Goduxo; Aldo, Tarta (W. Balotelli) e Zotti (Renan Oliveira); Luquinhas (Alvinho), Tobinha e Yuri Mamute (Kieza)

Técnico: Luan Carlos

Gols: Tarta (8’ 1T, 17’ 1T e 20’ 1T) e Yuri Mamute (30’ 1T, pênalti, e 35’ 1T)

TAGUATINGA

Batista; Murilo (Lyncom), Jeffão, Daniel e Evanilson (Pikachu); Júlio César (Rodrigo), Bala (Josiel) e Henrique (Klebinho); Marlon Maranhão, Nolasco e Argentino

Técnico: Edmilson Marçal

Cartões amarelos: Jeffão, Joseiel, Rodrigo, Klebinho e Nolasco

André Gomes/Brasiliense FC