Com gols de Bernardo e Tarta, Brasiliense vence o Ação-MT por 2 x 1 – Brasiliensefc.com.br
com-gols-de-bernardo-e-tarta-brasiliense-vence-o-acao-mt-por-2-x-1

Com gols de Bernardo e Tarta, Brasiliense vence o Ação-MT por 2 x 1

com-gols-de-bernardo-e-tarta-brasiliense-vence-o-acao-mt-por-2-x-1

Foto: Hugo Barreto/Metrópoles

Na tarde deste sábado (2/7), o Brasiliense conquistou mais três pontos, chegando aos 31, consolidando ainda mais a primeira colocação no Grupo A da Série D. Jogando no Abadião, a equipe venceu o Ação por 2 x 1, com gols de Bernardo e Tarta. Dener descontou para a equipe do Mato Grosso.

O Jacaré agora joga fora de casa na próxima rodada. A equipe encara o Iporá, no domingo (10/7), no Estádio Ferreirão.

Ritmo cadenciado

O começo do jogo dava mostras de que seria cheio de emoções, quando Zotti levantou para a área, aos três minutos, e a bola saiu rente ao travessão. Mas o bom inicio logo tomou um ritmo cadenciado e lento, muito em função da formação adotada pelo Brasiliense, com três meias de criação povoado o meio campo.

Com domínio da posse pelo Jacaré, a equipe do Ação se encontrava sem opções, e só chegou pela primeira vez aos 15 minutos, com um chute de fora. Lorran arriscou e a bola saiu pelo lado direito do gol.

Melhor no jogo, o Brasiliense criou duas boas chances de abrir o marcador. Aos 23’, Zotti foi lançado em velocidade pela esquerda e tocou para trás. Felipe Gedoz chegou finalizando de primeira e Herilan caiu para fazer a defesa. Dez minutos depois, Felipe Gedoz cobrou um escanteio rápido e Marcão (que tinha acabado de entrar no lugar de Hernane Brocador) desviou a bola que por pouco não entrou no ângulo.

Aos 38’, Felipe Gedoz arriscou de fora, mas o chute saiu longe do gol. No lance seguinte, Aloísio fez boa jogada na linha de fundo e levantou para Marcão cabecear fraco nas mãos de Herilan.

Aos 46’, com o chute de longe por cima do gol de Val Paraíba, o Ação conseguiu sua segunda finalização no jogo e a última da primeira etapa.

Segundo tempo mais agitado

O Jacaré voltou para a segunda etapa mais elétrico, e não deixou o adversário respirar desde o primeiro minuto. Já nos lances iniciais, Bernardo cobrou falta para o meio da área e Badhuga chegou desviado a bola que parou na defesa de Herilan.

Aos três minutos, o sangue novo no jogo começou a aparecer. Tobinha, que substituiu Zotti, cruzou para Daniel Alagoano, que entrou no lugar de Felipe Gedoz, cabecear travado com a defesa que evitou o gol amarelo. No lance seguinte, Tarta chegou a fundo e cruzou rasteiro. Marcão fez o corta luz puxando a marcação e Bernardo dominou sozinho, com o gol livre, e só tocou para o fundo da rede. 1 x 0 no placar.

Após o gol, a pressão amarela não cessou. Aos seis minutos, Aloísio ganhou da defesa pela ponta e bateu com efeito, mas a bola saiu perto da trave.

Aos 16’, Tarta experimentou de fora um de seus chutes característicos, mas não pegou bem na bola e a finalização saiu por cima. Três minutos depois, Tobinha chamou o marcador para a dança na parede a área, ganhou no drible e bateu sobre a mata.

Na única finalização do Ação no segundo tempo, a equipe chegou ao empate. Aos 31’, Lorran cruzou e Badhuga falhou ao afastar e a bola sobrou para Dener, que assim como Bernardo, só teve o trabalho de escorar para fazer 1 x 1.

O Brasiliense não demorou para reagir após o empate. Aos 36’, a equipe ganhou uma falta frontal. Tarta foi para a cobrança e não deu chances de defesa para Herilan. Bola no ângulo e um golaço que carimbou a vitória amarela.

A equipe ainda teve a chance de fazer o tercei, aos 40 minutos. Marcão recebeu dentro da área e bateu no cantinho, mas o goleiro do Ação caiu para deixar o placar no 2 x 1. 41 pontos e melhor colocação geral na Série D mantida.

BRASILIENSE 2 X 1 AÇÃO

Série D – fase de grupos – décima segunda rodada

02/07/2022, 15h30 – Estádio Abadião, Ceilândia-DF

Árbitro: Daniel Alejandro Hidalgo Blanco-RR

A1: Kleber Alves-DF

A2: Marconi Souza-DF

4º árbitro: Rafael Diniz-DF

BRASILIENSE

Edmar Sucuri; Andrezinho, Keynan, Badhuga e Aloísio; Tarta, Gabriel Henrique (Romarinho), Zotti (Tobinha) e Felipe Gedoz (Daniel Alagoano); Bernardo (Cabralzinho) e Hernane Brocador (Marcão)

Técnico: Celso Teixeira

Gols: Bernardo (3’ 2T) e Tarta (36’ 2T)

Cartões amarelos: Tarta, Andrezinho

AÇÃO

Herilan; João, Rodrigo, Pedro Henrique e João Pedro (Marlon); Daniel Taffarel, Luis Antônio (Lucas Silva) e Daniel (Aguion); Lorran, Dener e Val Paraíba (Matheus Alex)

Técnico: Juliederson Vieira

Gols: Dener (31’ 2T)

Cartões amarelos: Daniel, Dener e Lucas Silva

André Gomes/Brasiliense FC