Com show de Hernane Brocador, Brasiliense vence o Grêmio Anápolis – Brasiliensefc.com.br
com-show-de-hernane-brocador-brasiliense-vence-o-gremio-anapolis

Com show de Hernane Brocador, Brasiliense vence o Grêmio Anápolis

com-show-de-hernane-brocador-brasiliense-vence-o-gremio-anapolis

Foto: Hugo Barreto/Metrópoles

Jogando no Estádio Ddeflê na tarde deste sábado (11/6), o Brasiliense Futebol Clube se isolou na liderança do Grupo A5 da Série D ao vencer o Grêmio Anápolis por 2×0. Com Hernane Brocador balançando a rede duas vezes no primeiro tempo, a equipe chegou aos 22 pontos na tabela e manteve a melhor campanha da chave.

A equipe agora encara o Ceilândia na próxima rodada. O jogo será no sábado (18/6), às 15h30, no Estádio Abadião.

Jacaré dominante

A superioridade do Brasiliense era surpreendente nos primeiros momentos do jogo. O esquadrão amarelo jogava todo no campo de ataque e construía seguidas chances de abrir o placar. As primeiras foram logo com três minutos. Cabralzinho recebeu dentro da área pelo lado direito e bateu cruzado. A bola desviou na defesa a bateu na rede pelo lado de fora. Na cobrança de escanteio, a bola sobrou para Badhuga, que finalizou no cantinho, mas o chute desviou em Hernane Brocador, tirando da trajetória do gol.

Com sete minutos, Tarta ajeitou bola na entrada da área para cobrar uma falta da posição que é sua especialidade. O volante tirou bem da barreira, mas o chute saiu pela esquerda do gol. Dois minutos depois Hernane Brocador recebeu na ponta e bateu cruzado pela linha de fundo.

A equipe não assustava só pelos lados, mas as jogadas armadas pelo meio também levavam perigo. Aos 14’, Cabralzinho descolou um ótimo passe de trivela para Hernane Brocador, que entrou na área e foi derrubado pelo goleiro ao tentar o drible. Pênalti marcado, que o próprio Brocador foi para cobrança e converteu. 1×0 no placar do Defelê.

Após o gol o jogo deu uma esfriada, e o Grêmio Anápolis conseguiu sua primeira finalização na direção do gol aos 31 minutos. Murilo Lima avançou pelo corredor direito e bateu cruzado para e defesa de Edmar Sucuri com os pés.

A equipe do Brasiliense voltou a dominar, e enfileirou chances para marcar o segundo. Aos 33’, Tarta serviu Hernane Brocador, que bateu travado com a defesa e Leonardo Paiva fez a defesa. No minuto seguinte, Tarta soltou a bomba de fora e a bola saiu rente a trave. Aos 35’, Cabralzinho carregou pelo meio e arriscou de fora, mas o chute saiu isolado.

A dobradinha Cabralzinho/Hernane Brocador era a ponta da lança do ataque amarelo. Aos 39’, o meia colocou o camisa 19 na cara do gol, e o Brocador não perdoou. Chute no cantinho sem chances de defesa de Leonardo Paiva. 2×0.

Antes do intervalo, cada equipe teve uma chance. Aos 42’, Tobinha chutou de fora, mas em muito perigo. Três minutos mais tarde, Pedro Marinho soltou o pé por cima da meta.

Segundo tempo mais lento

Na volta para o segundo tempo, o Grêmio Anápolis voltou melhor, e já assustou aos seis minutos. Jordan no segundo poste cabeceou desequilibrado e mandou a bola para a linha de fundo. Aos 12’, Jair Assis arriscou de longe, e a bola saiu tirando tinta do travessão.

O ritmo da segunda etapa foi bem menos movimentado. O Jacaré só chegou aos 15 minutos Tarta pegou a sobra de primeira e mandou pelo lado direito do gol. A segunda chance só aconteceu aos 39 minutos. Goduxo cruzou na medida para Matheus Barboza cabecear por cima da meta.

Já na reta final, o Jacaré ainda teve outras duas oportunidades de aumentar o placar. Aos 43’, Romarinho pela esquerda tentou o chute colocado, mas a zaga desviou a bola para escanteio. Com 46 jogados, Bernardo recebeu livre na entrada da área e bateu pela com efeito pelo lado direito do gol. Após o chute, o jogo seguiu cadenciado até o apito final que decretou o placar de 2×0 para o Brasiliense.

BRASILIENSE 2 X 0 GRÊMIO ANÁPOLIS

Série D – fase de grupos – nona rodada

11/06/2022, 15h30 – Estádio Defelê, Vila Planalto-DF

Árbitro: Valdicleuson Silva da Costa-AP

A1: Lucas Guerra-DF

A2: Milton Jerônimo-DF

4º árbitro: Marcello Rudá-DF

BRASILIENSE

Edmar Sucuri; Andrezinho (Jonathan Bocão), Preto Costa, Badhuga e Goduxo; Radamés, Aldo e Cabralzinho; Luquinhas (Romarinho), Tobinha (Daniel Alagoano) e Hernane Brocador (Matheus Barboza)

Técnico: Gabriel Teixeira

Gols: Hernane Brocador (16’ 1T, pênalti e 39’ 1T)

Cartões amarelos: Tarta

GRÊMIO ANÁPOLIS

Leonardo Paiva; Murilo Lima, Luizão, Jordan e César Nunes; Lucas Gonçalves, Pedro Marinho (Vanderson, depois Ian Lincon) e Gean Correia; Mauricio Chaves (Arthur), Leonardo Silva (Marcos Eduardo) e Jair Assis (Marcos Vinicius)

Técnico: Chiquinho Lima

Cartões amarelos: Leonardo Paiva, Arthur

André Gomes/Brasiliense FC