Brasiliense bate o Capital por 2×1 e assume a liderança do quadrangular – Brasiliensefc.com.br
brasiliense-bate-o-capital-por-21-e-assume-a-lideranca-do-quadrangular

Brasiliense bate o Capital por 2×1 e assume a liderança do quadrangular

brasiliense-bate-o-capital-por-21-e-assume-a-lideranca-do-quadrangular

Foto: Gustavo Moreno/Metrópoles

Em um jogo bastante disputado, o Brasiliense Futebol Clube venceu o Capital por 2×1 na tarde deste sábado (12/3), jogando no Estádio JK. Com poucas chances para cada lado no primeiro tempo, o Jacaré foi eficiente nas chances criadas na segunda etapa e marcou com Marcão (artilheiro da competição com seis gols) e Daniel Alagoano. No último minuto de jogo, a Coruja descontou com Emerson.

Com quatro pontos conquistados, o Jacaré agora assume a liderança do quadrangular semifinal do Candangão. A equipe agora vira a chave para a Copa do Brasil, onde enfrentará o Globo., no próximo dia 16, às 20h30, no Estádio Barrettão, em Ceará-Mirin-RN.

Jogo enroscado

O inicio do jogo foi sem grandes emoções, com as equipes analisando o jogo adversário e muitos erros nas trocas de passes. O ritmo era tão enroscado que a primeira chance saiu de uma bola parada. Aos oito minutos, o Capital ganhou um escanteio pela direita e Charles foi para a cobrança. O camisa 10 levantou na cabeça de Felipe Assis, que testou em cima de Edmar Sucuri.

A chegada deu ânimo a Coruja, que chegou novamente aos 10 minutos. Badhuga afastou mal e a bola sobrou limpa para o chute de Roberto Pitio. O atacante finalizou fraco no cantinho, o que facilitou a defesa de Edmar Sucuri sem ceder o rebote.

Aos 17’, foi a vez do Brasiliense mostrar força no ataque, mas também chegou na bola parada. Em jogada ensaiada, Zotti bateu por cima. Com 24 minutos no relógio, Tobinha fez uma ótima jogada individual pela esquerda e cruzou para Luquinhas cabecear pela linha de fundo com muito perigo.

As duas equipes tiveram uma chance cada antes do intervalo, mas ambas pecaram na finalização e isolaram. Aos 36’, Tobinha recebeu o cruzamento de Andrezinho, mas com a forte marcação de Juan Pablo o atacante do Jacaré testou por cima. A chance do capital saiu aos 45’, quando a equipe fez uma boa triangulação no ataque até a bola chegar para Geovane na entrada da área, que pegou muito em baixo e desperdiçou a boa jogada.

Jacaré eficiente

A segunda etapa manteve a tônica sem emoção, e a bola parada foi novamente o recurso usado para encontrar o campo de ataque. Aos seis minutos, Zotti levantou para a área e Marcão cabeceou para fora.

Na segunda vez que o Jacaré chegou com mais perigo, e a equipe encontrou o gol. Aos 16’, Erick Daltro, em sua primeira participação no jogo, soltou a bomba de fora, Léo Rodrigues espalmou e Marcão chegou para conferir o rebote e empurrar para o fundo da rede. 1×0 no placar e sexto gol do atacante que chegou à artilharia do campeonato

O gol animou a equipe amarela, que por muito pouco não ampliou aos 19 minutos. Zotti chapelou o marcador dentro da área e foi travado por Léo Rodrigues na finalização. A bola sobrou para Luquinhas, que também encontrou o arqueiro do Capital para interceptar o chute. Na sequência da jogada, Andrezinho bateu firme com efeito e a bola saiu pelo lado direito do gol.

A Coruja só efetuou sua primeira finalização aos 21 minutos. Felipe Clemente recebeu na entrada da área e bateu pelo lado esquerdo sem muito perigo. O Jacaré respondeu três minutos mais tarde. Marcão ganhou da marcação e avançou pela ponta até cruzar rasteiro para Luquinhas desviar e Léo Rodrigues cair para fazer uma defesa providencial evitando o segundo gol amarelo.

O placar de 1×0 parecia não ser suficiente para o Jacaré, que explorou a exposição do Capital que saiu para o jogo e aplicou dois contra golpes fulminantes. Aos 39’, Daniel Alagoano avançou pela direita, invadiu a área e cruzou. Wallace desviou para trás e a bola tocou no travessão antes do zagueiro corrigir e mandar para escanteio. Já aos 47 minutos, Erick Daltro lançou Bernardo em velocidade. O Meia driblou Léo Rodrigues e tocou para Daniel Alagoano bateu para o gol, anotando o segundo da equipe amarela. 2×0.

No último minuto de jogo, o Capital marcou seu gol de honra. Depois de uma cobrança de escanteio, Emerson cabeceou e descontou. Logo após o gol uma confusão se iniciou e o árbitro decidiu encerrar partida com o 2×1 no placar.

CAPITAL 1 X 2 BRASILIENSE

Candangão – Quadrangular semifinal – segunda rodada

12/03/2022, 15h30 – Estádio JK, Paranoá-DF

Árbitro: Jefferson Ferreira-GO

A1: Christian Passos-GO

A2: Lucas Guerra

4º árbitro: Felipe Barbosa

CAPITAL

Léo Rodrigues; Gabriel, Juan Pablo (Wallacer), Emerson e Felipe Assis; Geovane (Pedrinho), Wallace e Charles (Sandy); Felipe Clemente (Leozynho), Romarinho (Judson) e Roberto Pitio.

Técnico: Edson Porto

Gols: Emerson (53’ 2T)

Cartões amarelos: Wallace, Juan Pablo, Pedrinho

Cartões vermelhos: Sandy

BRASILIENSE

Edmar Sucuri; Andrezinho, Badhuga, Gustavo Henrique e Goduxo (Erick Daltro); Aldo, Railon e Zotti (Bernardo); Tobinha (Daniel Alagoano), Luquinhas (Kesley) e Marcão (Lúcio).

Técnico: Celso Teixeira

Gols: Marcão (16’ 2T) e Daniel Alagoano (47’ 2T)

Cartões amarelos: Goduxo, Railon, Gabriel Teixeira

André Gomes/Brasiliense FC