No Abadião, Brasiliense bate o Santa Maria por 2×1 – Brasiliensefc.com.br
no-abadiao-brasiliense-bate-o-santa-maria-por-21

No Abadião, Brasiliense bate o Santa Maria por 2×1

no-abadiao-brasiliense-bate-o-santa-maria-por-21

Foto: Hugo Barreto/Metrópoles

Pela terceira rodada do Candangão, o Brasiliense recebeu o Santa Maria, na tarde deste domingo (30/1). Em uma partida muito disputada no estádio Abadião, o Jacaré aproveitou bem as chances que teve de balançar a rede e conquistou mais três pontos ao vencer por 2×1. Aldo e Marcão forma os autores dos gols amarelos. Watthimen, cobrando pênalti, descontou para a Águia Grená.

Ocupando agora a terceira colocação na tabela, com seis pontos, e volta a campo na próxima quarta (2/2). O Adversário será o Brasília, às 15h30, no Mané Garincha.

Primeiro tempo disputado

O Jacaré desde o início do jogo mostrou que iria buscar controlar o adversário. Explorando o jogo aéreo, aos quatro minutos Aldo cobrou um lateral longo para dentro a área e Zotti subiu para cabecear em cima do goleiro Júlio César. Aos oito jogados, Tiago Luis na entrada da área ajeitou de peito para Aldo chegar de frete para o gol e finalizar com um chute de efeito que saiu por cima,

Aos 10’, o Santa Maria construiu sua primeira boa jogada no setor ofensivo. Thiago Magno acionou Da Silva em velocidade pela direta, que invadiu a área e bateu cruzado uma bola que saiu pela linha de fundo com muito perigo.

O Brasiliense se aproximava do gol, fazendo uma marcação pressão no campo de ataque. Aos 12’, o goleiro Júlio César saiu jogando errado, a bola ficou com Tiago Luis, que buscou bater no gol, mas a defesa travou evitando o gol. Três minutos mais tarde, Peu cobrou escanteio e Aldo se antecipou a marcação, cabeceando firme e fazendo 1×0.

O Santa Maria voltou a ameaçar aos 17 minutos. Andrey cobrou falta de longe e a bola saiu muito perto do travessão. No lance seguinte, Badhuga derrubou Tiago Magno dentro a área e o pênalti foi marcado. Watthimen bateu no alto e empatou a partida.

O gol fez o Santa Maria gostar do jogo. Com 25 no relógio, Badhuga afastou para trás uma cobrança de escanteio, a bola sobrou para Dedé, que finalizou no susto por cima da meta. Logo depois, Douglas Candango pegou a sobra dentro da área e bateu firme, mas Peu desviou para escanteio.

O Jacaré ainda teve mais três chances para ir com a vantagem para o intervalo. Aos 34’, Zotti carregou pelo meio e bateu de fora, mas o chute saiu fraco. Logo depois, Luquinhas puxou para o meio e bateu no canto, mas Júlio César fez a defesa. Aos 38’, Aldo arriscou de longe um chute que se perdeu pelo lado direito da linha de fundo.

Marcão decide o jogo

Quem tomou a iniciativa no começo da segunda etapa foi a Águia Grená. Com três minutos, Douglas Candango arriscou de fora, mas sem direção do gol. O Jacaré deu sua resposta dois minutos depois. Bernardo, em sua segunda participação no jogo após entrar substituindo Zotti, cobrou uma falta em diagonal direto para o gol, e a defesa do Santa Maria desviou para escanteio, quase mandando contra a própria meta. Logo depois, Bernardo bateu escanteio e Matheus Silva finalizou, mas novamente a defesa evitou o gol.

A equipe do Brasiliense buscava mais o ataque, em uma formação com dois homens de referência. Aos 27’, Matheus Silva saiu da área e caiu pela direita e fez o levantamento para Marcão cabecear nas mãos de Júlio César.

Aos 30’, Bernardo ajeitou a bola para cobrar uma falta no bico da área. A cobrança foi no ângulo e Júlio César fez bem a defesa. A bola ainda bateu no travessão antes de sobrar para Marcão dar um toque o pé direito e deixar o Jacaré novamente em vantagem. 2×1.

Buscando terceiro gol, o Jacaré se mantinha no ataque, mas encontrava uma defesa fechada. Aos 36’, Andrezinho acertou uma bomba de longe, mas o chute saiu por cima. Aos 48’, o Santinha teve mais uma chance de tentar sair com o empate. Lucas Capixaba cabeceou meio desequilibrado, e Edmar Sucuri só observou a bola sair. Fim de jogo: 2×1 para o jacaré.

BRASILIENSE 2 X 1 SANTA MARIA

Candangão – Primeira fase – Primeira rodada

30/01/2022, 16h – Estádio Abadião, Ceilândia-DF

Árbitro: Leandro Almeida

A1: Lucas Modesto

A2: Milton Jerônimo

4º árbitro: Maricleber Goes

BRASILIENSE

Sucuri; Andrezinho, Badhuga, Railon e Peu; Radamés (Ferrugem), Zotti (Bernardo), Aldo e Tiago Luís (Matheus Silva); Luquinhas e Marcão.

Técnico: Reinaldo Gueldini

Gols: Aldo (15’ 1T) e Marcão (30’ 2T)

Cartões amarelos: Edmar Sucuri, Bernardo e Matheus Silva

SANTA MARIA

Júlio César; Da Silva (Yuri), Dedé, Leandro e Eder Miller; Andrey (Fabricio), Kessi e Thiago Magno (Elber); Douglas Candango (Lucas Capixaba), Fagner e Watthimen.

Técnico: Erivaldo Silva

Gols: Watthimen (20’ 1T, pênalti)

Cartões amarelos: Thiago Magno, Andrey, Leandro e Yuri

André Gomes/Brasiliense FC