Com gol de Bernardo, Brasiliense vence o Nova Mutum por 1×0 – Brasiliensefc.com.br
com-gol-de-bernardo-brasiliense-vence-o-nova-mutum-por-10

Com gol de Bernardo, Brasiliense vence o Nova Mutum por 1×0

com-gol-de-bernardo-brasiliense-vence-o-nova-mutum-por-10

Foto: Gustavo Moreno/Esp. Metrópoles

Na tarde desta quinta-feira (28/10), o Brasiliense Futebol Clube fez um jogo extremamente disputado contra a equipe do Nova Mutum, no Estádio Defelê. A partida válida pela ida das quartas de final da Copa Verde teve destaque para a forte marcação das equipes no meio campo e para o primeiro gol de Bernardo com o manto amarelo, que garantiu a vitória do Jacaré por 1×0.

O resultado dá vantagem ao Jacaré para o jogo de volta, que acontece na próxima quarta-feira (03/11), às 16h, no Estádio Valdir Doilho, em Nova Mutum-MT. O Brasiliense pode empatar o jogo que estará classificado. Em caso de vitória por um gol de diferença do Azulão, a decisão vai para as penalidades.

Jogo disputado

Com muita movimentação, as duas equipes buscavam o ataque em velocidade no começo do jogo. Logo com dois minutos de bola rolando, José Hugo recebeu na entrada da área com a forte marcação do Brasiliense tirando seu ângulo para o chute, mas o meia do Nova Mutum bateu meio desequilibrado e Fernandes foi no ângulo para buscar a bola e fazer a defesa.

Depois da boa chegada do Azulão, o jogo foi inteiro do Brasiliense. Aos seis minutos, Bernardo bateu uma falta frontal nas mãos de Gabriel. No lance seguinte, o Jacaré recuperou a bola e Bernardo arriscou de fora um chute que saiu rente ao travessão.

Aos 21’, o Jacaré ganhou uma falta no bico esquerdo da grande área. Peu fez o levantamento na primeira trave e Luquinhas apareceu para cabecear no cantinho, mas o goleiro Gabriel caiu e fez a defesa sem rebote.

O jogo ficou morno, com o Jacaré tocando bola buscando encontrar os espaços e o Nova Mutum esperando uma brecha para o contra golpe. O último lance de perigo do primeiro tempo aconteceu aos 32 minutos. Higor cobrou falta no ângulo e Fernandes desviou para escanteio com a ponta dos dedos.

Brasiliense marca e controla o resultado

O Jacaré voltou para a segunda etapa com fome de gol. Pressionando desde o início, a equipe a equipe abriu o placar aos seis minutos. Em um cruzamento perfeito de Peu pela esquerda, Bernardo subiu e testou firme para fazer o seu primeiro gol com o manto amarelo. 1×0.

A equipe do Azulão só respondeu aos 12 minutos. José Hugo arriscou de fora e mais uma vez Fernandes apareceu bem e seguro para praticar a defesa.

Mais organizado no segundo tempo, o Brasiliense quando chegava era com muito perigo. Aos 17’, Luquinhas recebeu na entrada da área, limpou a marcação e bateu no cantinho, mas Gabriel foi na bola e a defesa tirou completando o lance.

O jogo passou a ser uma batalha no meio campo a partir dos 20 minutos. Nenhuma das equipes conseguia evoluir e as disputas de bola eram a tônica. O jacaré teve duas chances de fazer o 2×0 nos minutos finais. Na primeira, Zotti cruzou para Marcão cabecear e carimbar a trave. No lance seguinte, Zotti roubou a bola na entrada da área e bateu de bico pela linha de fundo.

Sem sofrer muita pressão, o Jacaré só esperou o apito final para confirmar o resultado que deixa a equipe em vantagem para o jogo de volta.

BRASILIENSE 1 X 0 NOVA MUTUM

Copa Verde – Quartas de final – jogo de ida

28/10/2021, 15h – Estádio Defelê, Vila Planalto-DF

Árbitro: Alisson Sidnei Furtado-TO

A1: Fábio Ferreira-TO

A2: Washington Sousa Monteiro-TO

4º árbitro: Marcelo Rudá-DF

BRASILIENSE

Fernandes; Andrezinho, Railon, Gustavo Henrique e Peu; Radamés, W. Balotelli (Zotti) e Bernardo (Alan Mineiro); Luquinhas (Jorge Henrique), Jefferson Maranhão (Kesley) e Zé Love (Marcão)

Técnico: Luan Carlos

Gols: Bernardo (6’ 2T)

Cartões amarelos: Andrezinho, Railon, Alan Mineiro, Marcão, Luan Carlos

NOVA MUTUM

Gabriel; Leonardo, Jô (Felipe Cardoso), Taison (Juan Henrique) e Andreo; Vinicius, Felipe e Higor (João Pedro); José Hugo, Wandinho e Romário (Juninho)

Técnico: William de Mattia

Cartões amarelos: Andreo, Taison, Felipe Cardoso, Wandinho

André Gomes/Brasiliense FC