De virada, Brasiliense derrota o Porto Velho na Boca do Jacaré – Brasiliensefc.com.br
de-virada-brasiliense-derrota-o-porto-velho-na-boca-do-jacare

De virada, Brasiliense derrota o Porto Velho na Boca do Jacaré

de-virada-brasiliense-derrota-o-porto-velho-na-boca-do-jacare

Foto: Refala Felicciano/Metrópoles

Jogando na Boca do Jacaré, o Brasiliense venceu de virada a equipe do Porto Velho na tarde deste sábado (28/8). Em dois tempos distintos, a Locomotiva foi melhor na primeira etapa e abriu o placar com Everaldo cobrando Falta. Após o intervalo, o Jacaré comandou a partida e contou com os gols de Ferrugem e Aldo para sair de campo com os três pontos.

Com 20 pontos conquistados, o Jacaré continua na quarta colocação do grupo, e só precisa de um empate na próxima rodada contra o Goianésia (quinto colocado com a mesma pontuação) para carimbar a vaga na próxima fase. O duelo será no próximo sábado (4/9), às 16h, no Estádio Valdeir José.

O jogo

Com as voltas de Luquinhas e Tobinha no ataque do Brasiliense, a equipe iniciou o jogo explorando a velocidade dos dois atletas, e teve as duas primeiras boas chances do jogo com menos de cinco minutos. Na primeira, Tobinha enxergou a brecha na marcação e arriscou de longo um chute que saiu rente a trave. Logo depois, Luquinhas invadiu a área e bateu travado com a marcação, que evitou o gol do camisa 7 do Jacaré.

O Porto Velho só chegou aos 13 minutos em uma bola parada. A equipe ganhou uma falta na entrada da área e Everaldo foi para a bola. O volante soltou a pancada no cantinho sem chances de defesa para Edmar Sucuri, abrindo o placar do jogo.

Com a vantagem, a Locomotiva se fechou e dificultou o jogo técnico e de velocidade do Jacaré. Aos 15’, na disputa de bola pelo alto entre Victor Rangel e Sandro, o zagueiro do Porto Velho cabeceou para trás e o goleiro Wellington caiu no canto para evitar o gol contra. Dois minutos depois, Alan Mineiro evoluiu a jogada pelo meio e bateu da entrada da área, mas acabou pegando muito embaixo isolando o chute.

Depois dos 22 minutos, o jogo foi ditado pelos contra golpes do Porto Velho. Bacas arriscou de fora, mas sem oferecer perigo ao gol. Aos 27’, Keko recebeu sozinho pela esquerda e bateu cruzado para a defesa de Edmar Sucuri.

Aos 34’, mais uma vez Bacas arriscou de longe, mas dessa vez a bola foi desviada e saiu tirando tinta da trave. No último minuto do tempo regulamentar, Everaldo ganhou mais uma falta frontal, e bateu com perigo pela linha de fundo.

Jacaré consegue a virada

O Jacaré voltou do vestiário com uma postura mais sólida na defesa e agressivo no ataque. Ferrugem entrou no jogo fazendo a lateral direita no lugar de Arlen, e na primeira bola que dominou com chances de chutar ele soltou o pé na intermediaria e acertou o ângulo fazendo um golaço para empatar o jogo. 1×1 no placar.

O jogo prosseguiu sem grandes emoções, mas com amplo domínio amarelo. A virada veio na segunda chegada do Brasiliense. Aos 13’, Aldo pegou a sobra de uma bate rebate na área e quase deitado no chão, bateu firme para colocar os donos da cada à frente do marcador.

A segunda etapa teve apenas mais um lance de perigo real. Aos 27’, Aldo desviou de cabeça um cobrança de escanteio e a defesa afastou. Após esse lance, o Jacaré controlou o resultado e saiu de campo com os três pontos ao vencer por 2×1 de virada.

BRASILIENSE 2 x 1 PORTO VELHO

Série D 2021 – Fase de grupos – décima terceira rodada

28/08/2021, 16h – Boca do Jacaré, Taguatinga

Árbitro: Thiago Lourenço de Mattos-SP

Assistente 1: Lucas Guerra-DF

Assistente 2: Renato Tolentino-DF

Quarto Árbitro: Maguielson Lima-DF

BRASILIENSE

Edmar Sucuri; Arlen (Ferrugem), Badhuga, Lídio e Peu; Aldo, Zotti (Radamés) e Alan Mineiro (Didira); Tobinha, Luquinhas (Maicon Assis) e Victor Rangel (Victor Rangel)

Técnico: Luan Carlos

Gols: Ferrugem (4’ 2T), Aldo (13’ 2T)

Cartões amarelos: Lídio

PORTO VELHO

Wellington; Japa (Guarati), Sorbara, Sandro e Lucas Bala; Daniel, Everaldo e Bacas (Hiury); Índio, Alan Jr (Adriel) e Keko (Pepê)

Técnico: Wesley Edson

Gols: Everaldo (13’ 1T)

Cartões amarelos: Índio

André Gomes/Brasiliense FC