Com gol de Zé Love, Brasiliense vence o clássico número 69 – Brasiliensefc.com.br
com-gol-de-ze-love-brasiliense-vence-o-classico-numero-69

Com gol de Zé Love, Brasiliense vence o clássico número 69

com-gol-de-ze-love-brasiliense-vence-o-classico-numero-69

Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

Na tarde deste sábado (7/8), o Estádio Defelê recebeu o clássico de número 69 entre Brasiliense Futebol Clube e Gama, em jogo válido pela décima rodada do Grupo A5 da Série D. Em dois tempos totalmente opostos, o Jacaré, que não jogou bem na primeira etapa, dominou a parte final do jogo e contou com o gol de Zé Love para chegar ao sexto jogo de invencibilidade no confronto.

O Jacaré agora ocupa a vice-liderança do grupo, com 17 pontos somado. O gama estacionou nos oito pontos, e está na vice lanterna.

Com a vitória amarela a equipe passa a ter 26 triunfos contra 21 no retrospecto do confronto.

Na próxima rodada, o Brasiliense recebe União Rondonópolis, na Boca do Jacaré. O jogo será no sábado (14/8), às 15h.

Jacaré apagado no primeiro tempo

Apostando em uma formação com três volantes, o Gama buscou começar o jogo frear o Brasiliense no começo do jogo e se lançar nos contra golpes. A tática deu certo, e Jacaré se vi encaixotado na marcação e o Gama aproveitava bem as escapadas. Aos cinco minutos, Paulinho pegou a sobra de bola e buscou bater colocado no ângulo, mas o chute saiu fraco e Matheus Brandão encaixou a bola com tranquilidade.

Tentando chegar ao gol, o Jacaré tocava a bola com qualidade, mas a marcação do Gama em linha deixava os atacantes na posição de impedimento nas boas chegadas amarelas.

O Gama conseguia imprimir velocidade no ataque, e aos dez minutos, Jefferson bateu rasteiro da entrada da área e o arqueiro do Jacaré caiu bem para fazer a defesa. Com 19 jogados, Flávio avançou da defesa e arriscou quase do meio campo. O chute saiu rasteiro e se perdeu pela linha de fundo tirando tinta da trave.

Aos 23’, Carrilho chegou ao fundo pelo lado esquerdo e cruzou para o meio da área. Flávio antecipou a marcação, mas bateu por cima. Seis minutos depois, Paulinho trombou com a marcação, carregou pelo meio e bateu isolado.

Novamente com muita velocidade, aos 33 minutos Jefferson escapou pela direita com dribles e saiu na cara de Matheus Brandão, mas na hora da finalização pegou muito em baixo da bola. Já nos acréscimos, Toninho invadiu a área e rolou para Flávio, que pegou mal e bateu por cima do gol.

Zé Love decide

O Brasiliense voltou para o segundo tempo com três alterações que colocaram a equipe definitivamente no jogo. Tobinha, Peninha e Ferrugem entraram nas vagas de Didira, Alan Mineiro e Lídio, respectivamente. No primeiro toque na bola de Ferrugem em sua reestreia com a camisa do Jacaré, o volante pediu a bola para uma cobrança de falta, mas o chute se perdeu por cima da meta.

A equipe do Gama respondeu no lance seguinte. Íkaro recebeu a bola quase no bico da área e emendou um chute que saiu muito perto do ângulo direito de Matheus Brandão. Sem deixar o Gama gostar do jogo, o Brasiliense respondeu rápido. Coquinho acionou Tobinha dentro da área, e o atacante acabou acertando a rede pelo lado de fora.

Aos 14’, Luquinhas chegou ao fundo e cruzou para Peninha, que cabeceou por cima. O Gama só foi conseguir responder dez minutos depois. Paulinho arriscou de fora, mas sem muito perigo. O Jacaré não dava tempo para o Gama entrar no jogo. No lance seguinte, foi a vez de Peninha chegar à linha de fundo e cruzar para Tobinha testar rente ao travessão.

Com a pressão imposta pelo Jacaré, o gol amadurecia, e quando a bola encontrou Zé Love em boas condições, a rede balançou. Em um perde e ganha dentro a área do Gama, a bola sobrou para o artilheiro do amor, que girou bonito e pegou de primeira no cantinho. Sétimo gol do camisa 9 do Jacaré na Série D. 1×0 no placar.

Já na saída de bola, Luquinhas avançou em velocidade e finalizou de longe, mas o chute saiu sem muito perigo. O Gama ainda tentou reagir no minuto seguinte. Victor Xavier entrou na área e bateu quase sem ângulo. Matheus Brandão encaixou a bola e pôs um fim nas emoções do jogo. 1×0 e vitória do Jacaré.

GAMA 0 X 1 BRASILIENSE

Série D 2021 – Fase de grupos – décima rodada

31/07/2021, 16h – Estádio Defelê, Vila Planalto-DF

Árbitro: Ronei Candido Alves-MG

Assistente 1: Leila Cruz-DF

Assistente 2: Kleber Alves-DF

Quarto Árbitro: Luiz Paulo Aniceto-DF

GAMA

Victor Hugo; Toninho, Wallace, Wendel e Gabiga; Paulinho, Carrilho (Josué) e Íkaro; Jefferson (Jefferson), Maílson (Hugo Almeida) e Flávio (Victor Xavier)

Técnico: Marcelo Caranhato

Cartões amarelos: Flávio, Marcelo Caranhato, Maílson, Paulinho, Victor Xavier

Cartões vermelhos: Paulinho

BRASILIENSE

Matheus Brandão; Coquinho, Badhuga, Gustavo e Zotti (W. Goduxo); Lídio (Ferrugem), Sandy e Alan Mineiro (Peninha); Didira (Tobinha), Luquinhas e Zé Love (Maicon Assis)

Técnico: Vilson Tadei

Gols: Zé Love (29’ 2T)

Cartões amarelos: Coquinho, Gustavo Henrique, Maycon Tadei

André Gomes/Brasiliense FC