Fora de casa, Brasiliense sofre a primeira derrota na Série D – Brasiliensefc.com.br
fora-de-casa-brasiliense-sofre-a-primeira-derrota-na-serie-d

Fora de casa, Brasiliense sofre a primeira derrota na Série D

fora-de-casa-brasiliense-sofre-a-primeira-derrota-na-serie-d

Foto: César Augusto/Esp. Metrópoles

Na tarde deste sábado (26/6), o Brasiliense Futebol Clube visitou o União Rondonópolis, no Estádio Luthuero Lopes, e sofreu seu primeiro revés na Série D 2021. Jogando melhor nos primeiros minutos do primeiro tempo, o Jacaré abriu o placar com Zé Love, mas a equipe da casa igualou o jogo e fez a virada ainda na primeira etapa. Odair e Eltinho fizeram os gols do União.

Com o resultado, o Brasiliense agora ocupa a terceira colocação do Grupo A5, com sete pontos. O União Rondonópolis chegou aos oito pontos e divide a liderança com a Aparecidense.

No próximo sábado (3/7), a equipe volta a campo para o clássico contra o Gama. A partida válida pela quinta rodada será às 15h, na Boca do Jacaré.

Jacaré começa melhor

O Brasiliense não se intimidou em jogar na casa do adversário. Dominando as ações desde o pontapé inicial, a equipe amarela tocava a bola de forma envolvente e objetiva. Foi dessa forma que surgiu a primeira chance aos três minutos. Peninha tentou um lançamento frontal para a área, a zaga do União falhou ao tentar tirar e Luquinhas ficou com a sobra na cara do gol, mas finalizou por cima.

Não demorou nem dois minutos para o Jacaré chegar com perigo novamente. Diogo, com um ótimo passe entre os zagueiros, acionou Zé Love, que dominou e bateu na parede da rede pelo lado de fora.

Aos nove jogados, Alan Mineiro teve a primeira oportunidade de cobrar uma falta da entrada da área. O especialista em bolas paradas do Jacaré bateu no cantinho e Neneca se esticou para fazer a defesa e desviar para a linha de fundo.

União vira

Em um contra-ataque bem construído aos 11 minutos, Luquinhas avançou pela direita, chegou ao fundo e cruzou rasteiro para a chegada de Zé Love, que entrou de carrinho na bola e abriu o placar no Luthero Lopes. 1×0 Brasiliense.

A primeira finalização do União saiu em uma cobrança de falta. Na jogada ensaiada, Peixinho bateu com força e a bola saiu tirando tinta do travessão. O Jacaré respondeu bem no minuto seguinte. Luquinhas driblou Neneca e rolou para Alan Mineiro chutar para o gol aberto. O zagueiro Odail em cima da linha evitou o segundo gol.

Aos 25’, em uma cobrança curta de escanteio pela esquerda, Odair recebeu, cortou para o meio e bateu com muito efeito no ângulo. Edmar Sucuri nada pôde fazer para evitar o empate do União.

O gol dos donos da casa só deixou o jogo igual no placar, mas também no comportamento dentro de campo. O Jacaré que estava melhor no jogo, viu o União equilibrar a posse de bola. Aos 27’, esquadrão amarelo respondeu, mas o chute de Alan Mineiro saiu fraco.

Os contra golpes do União começaram a encaixar e aos 35 minutos, Eltinho recebeu pela esquerda e tentou cruzar, mas a bola pegou efeito e quase engana o goleiro Edmar Sucuri, que desviou com uma tapinha. Aos 42’, novamente Eltinho foi acionado na ponta, ganhou o duelo com Alan Mineiro e bateu cobrindo Edmar Sucuri. Gustavo Henrique ainda tentou tirar a bola, mas a assistente Fernanda Kruger assinalou que a bola cruzou a linha, confirmando a virada do União.

Com Zé Love cobrando falta, aos 46 minutos, o Jacaré buscou o empate antes do intervalo, mas Nececa mais uma vez ganhou o duelo nas bolas parada.

União segura o resultado

O Jogo voltou eletrizante para a segunda etapa. As chances eram lá e cá. Aos quatro minutos, Alan Mineiro levantou para a área e Gustavo Henrique cabeceou para fora. No lance seguinte, Michel recebeu livre de marcação pela direita e carimbou a trave.

Com nove minutos, em outra bola levantada de Alan Mineiro, Luquinhas apareceu por trá da defesa e testou por cima. O União respondeu em seguida, em um contra golpe rápido puxado por Ricardo Verza, que bateu cruzado e Edmar Sucuri fez bem a defesa.

Na bola parada, o União também ameaçava a meta amarela. Aos 11’ Odail bateu falta com força no meio do gol e Edmar Sucuri, de manchete, fez a defesa e a zaga completou afastando o perigo.

Após o inicio quente, o União se fechou na defesa e neutralizou as jogadas ofensivas do Brasiliense, que recorria sem êxito aos cruzamentos para a área. Nos minutos finais, a equipe teve duas chances para levar o empara para Brasília. Na primeira, Luquinhas pegou a sobra na entrada da área, girou e bateu no cantinho rente a trave. Logo depois, Carlos Eduardo fez o levantamento e Gustavo Henrique desviou de cabeça para a defesa de Neneca.

Sem conseguir furar o bloqueio vermelho, o placar de 2×1 permaneceu até o apito final.

FICHA TÉCNICA

UNIÃO RONDONÓPOLIS 2 X 1 BRASILIENSE

Série D 2021 – Fase de grupos – quarta rodada

26/06/2021, 16h – Estádio Luthero Lopes, Rondonópolis-MT

Árbitro: Luciano Luís de Castro Silva-PE

Assistente 1: Paulo César Silva Faria-MT

Assistente 2: Fernanda Kruger-MT

Quarto Árbitro: Rafael Odílio Ramos dos Santos-MT

UNIÃO RONDONÓPOLIS

Nenca; Odair, Odail Junior, Miro e Vinicius; Ruan, Peixinho (Gharib) e Michel (Ferron); Pikachu (Josue), Eltinho (Luiz Antônio) e Ricardo Verza (Roberto)

Técnico: Odil Soares

Gols: Odair (25’ 1T), Eltinho (42’ 1T)

Cartões amarelos: Miro, Eltinho, Ricardo Verza, Odail Júnior

BRASILIENSE

Edmar Sucuri; Diogo, Badhuga, Gustavo Hnerique e W. Goduxo (Maicon Assis); Lídio (Coquinho), Zotti, Alan Mineiro (Daniel Alagoano) e Peninha (Carlos Eduardo); Luquinhas e Zé Love (Victor Rangel)

Técnico: Vilson Tadei

Gols: Zé Love (11’ 1T)

Cartões amarelos: Zé Love, Carlos Eduardo, Badhuga

André Gomes/Brasiliense FC