Brasiliense empara com o Grêmio e se despede da Copa do Brasil – Brasiliensefc.com.br
brasiliense-empara-com-o-gremio-e-se-despede-da-copa-do-brasil

Brasiliense empara com o Grêmio e se despede da Copa do Brasil

brasiliense-empara-com-o-gremio-e-se-despede-da-copa-do-brasil

Foto: Hugo Barreto/Metrópoles

Na tarde desta quinta-feira (10/6), o Brasiliense Futebol Clube recebeu o Grêmio, na Boca do Jacaré, para o jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil. A equipe amarela precisava reverter o resultado de 2×0 construído pelo Tricolor na ida, para conquistar a classificação para as oitavas. Mesmo jogando melhor, o Brasiliense não conseguiu furar o bloqueio tricolor e o empate em 0x0 seguiu no placar até o apito final da partida.

Com o resultado, o Grêmio avançou para a próxima fase. O Jacaré agora vira a chave e foca na disputada da Série D. A equipe encara o Porto Velho, pela segunda rodada da fase de grupos da competição. O jogo será no próximo domingo (13/6), às 16h, no Estádio Aloízio Ferreira.

Primeiro tempo de poucas chances

Muito estudado, pouca criatividade ofensiva e marcação intensiva. Esses foram os destaques dos primeiros 25 minutos de jogo, que teve apenas duas finalizações a gol concretizadas, ambas pelo lado do Brasiliense. A primeira foi aos dois minutos. Peninha foi acionado pela direita e experimentou de longe, mas o chute saiu fraco pela linha de fundo. Aos 10’, Luinhas fez boa jogada individual pela ponde esquerda e chutou no meio do gol, facilitando a defesa encaixada de Paulo Victor.

O jogo praticado pelo Grêmio dava a impressão de que a equipe estava satisfeita com o 0x0. Com dificuldade de chegar ao gol com mais qualidade, os chutes de longe passaram a ser a alternativa das duas equipes. Aos 35’, Lídio arriscou quase que do meio campo buscando o ângulo, mas a bola se perdeu pela linha de fundo. O Grêmio chegou pela primeira vez aos 37 minutos. Lucas Silva também finalizou de fora, mas sem direção do gol.

O Brasiliense teve a melhor chance do jogo aos 46 minutos. Zé Love cobrou falta direto para o gol, Paulo Victor rebateu a bola que sobrou com Sandy. Na finalização, o volante do Jacaré carimbou a bola em cima do arqueiro tricolor e a defesa afastou o perigo.

Arbitragem complica o Jacaré

Na segunda etapa nada mudou na tônica do jogo. Jogando atrás esperando as brecas, o Grêmio deixava o Brasiliense com a bola, mas pouco criado pelo lado amarelo. Os chutes de fora continuavam como a melhor alternativa para chegar o gol. Aos nove minutos, Sandy bateu no cantinho, mas Paulo Victor caiu seguro para fazer a defesa.

Quem mais buscava o ataque era a equipe amarela. Em uma jogada que Zé Love caiu pela ponta e cruzou para a área, Luquinhas apareceu por trás na marcação para pegar de primeira um lindo chute que saiu perto do ângulo esquerdo.

Aos 11’, Peu levantou bola na área em cobrança de falta e no bate rebate, Kenneman desviou a bola com o braço, cometendo a infração, que não foi assinalada pelo árbitro Wanderson Alves de Sousa.

A equipe do Grêmio pouco arriscava, mesmo com a entrada de Diego Souza e Ferreirinha no intervalo. A primeira boa chance saiu aos 13 minutos, em jogada envolvendo os dois jogadores. Diego Souza escapou pela direita e levantou para Ferreirinha cabecear pela linha de fundo. O Jacaré voltou a ameaçar ao 20 jogados. Em um perde e ganha na entrada da área, a bola sobrou para Peninha, que finalizou desequilibrado para fora.

Aos 31’, Zotti foi expulso ao receber o segundo amarelo, situação que fez o Grêmio tomar uma postura mais agressiva no jogo. Com 33 jogando, Ferreirinha recebeu no bico da área, limpou a marcação e bateu colocado no travessão. Aos 42’, Bobsin, em seu priemiro lance no jogo, pegou a sobra a entrada da área e bateu em cima de Edmar Sucuri, que fez a defesa espalmando para o lado.

A partida seguiu truncada, e o zero permaneceu no placar até o apito final. Com o resultado, o Grêmio avançou para as oitavas.

FICHA TÉCNICA

BRASILIENSE 0 x 0 GRÊMIO

Copa do Brasil – Terceira fase – jogo de volta

10/06/2021, 15h30 – Boca do Jacaré, Taguatinga-DF

Árbitro: Wanderson Alves de Sousa-MG

A1: Felipe Alan Costa de Oliveira-MG

A2: Ricardo Junio de Souza-MG

Quarto Árbitro: Luiz Paulo da Silva Aniceto-DF

BRASILIENSE

Edmar Sucuri; Diogo, Badhuga, Keynan e Peu; Lídio (Tobinha), Sandy (W. Balotelli), Peninha (Carlos Eduardo) e Didira; Luquinhas (Didira) e Zé Love (Victor Rangel)

Técnico: Vilson Tadei

Cartões amarelos: Peu, Lídio, Vilson Tadei, Diogo, Luquinhas, Zé Love, Zotti

Cartões vermelhos: Zotti

GRÊMIO

Paulo Victor; Vanderson, Geromel, Kenneman e Cortez; Lucas Silva, Thiago Santos e Jean Pyerre (Luiz Fernando); Jonathan Robert (Bobsin), Léo Chu (Ferreirinha) e Ricardinho (Diego Souza)

Técnico: Tiago Nunes

Gols:

Cartões amarelos: Geromel

André Gomes/Brasiliense FC