Brasiliense vence o Ceilândia e embala a 11ª vitória seguida – Brasiliensefc.com.br
brasiliense-vence-o-ceilandia-e-embala-a-11a-vitoria-seguida

Brasiliense vence o Ceilândia e embala a 11ª vitória seguida

brasiliense-vence-o-ceilandia-e-embala-a-11a-vitoria-seguida

Foto: Gustavo Moreno/Esp. Metrópoles

O Brasiliense Futebol Clube segue líder do quadrangular semifinal do Candangão com 100% de aproveitamento. Em um jogo amarrado e muito estudado na tarde desta quarta-feira (28/4), o Jacaré coquitou sua 11ª vitória seguida na competição, ao bater o Ceilândia por 2×0 dento do Mané Garrincha. Os gols da partida só saíram no segundo tempo, e foram anotados por Sandy e Zé Love, cobrando pênalti.

O próximo desafio do esquadrão amarelo será contra o Luziânia, no domingo (2/5). O jogo será às 15h, no Mané Garrincha.

Jogo amarrado

A primeira etapa foi uma verdadeira batalha em busca de espaços dentro do campo. Com uma proposta de jogar no contra-ataque, o Ceilândia posicionou-se bem no campo de defesa e dificultou o jogo do Brasiliense. O Jacaré também era bem organizado na defesa, e as equipe fizeram um primeiro tempo truncado e estudado.

Finalização no gol só aconteceu aos 34 minutos, quando Sandy arriscou de fora por cima da meta. O Jacaré começou a criar mais, e teve duas chances de ir para o intervalo com a vantagem. Aos 43’, Tobinha roubou bola dentro da área e bateu no canto, mas acabou parando na defesa de Diogo. No minuto seguinte, Zé Love serviu Maicon Assis, que bateu rasteiro e a bola saiu pelo canto direito.

Jacaré aproveita as poucas chances criadas

Com um ritmo totalmente diferente, a segunda etapa começou animada e com as equipes jogando de forma mais objetiva. Aos cinco minutos, Clécio arrancou no meio campo e foi parado com falta na entrada da área. O meia do Ceilândia foi para a cobrança e mandou pelo lado esquerdo do gol.

Com as mudanças feitas por Tadei, o Jacaré passou a tocar mais rápido e encontrar os espaços. Aos oito minutos, a equipe trabalhou bem a bola até Carlos Eduardo (que entrou no lugar de Maicon Assis) tocar para Sandy, que se livrou da marcação e bateu no cantinho para abrir o placar. 1×0 Brasiliense.

Após o gol, o jogo enroscado no meio campo passou a dominar, e a partida tomou novamente a cara do primeiro tempo. Aos 34’, Peu fez uma cobrança de escanteio fechada e quase surpreendeu Diogo, que deu um tapa para evitar o gol olímpico. Com 43 minutos no relógio, o Ceilândia teve sua ultima chance no jogo. Em uma boa troca de passes, William recebeu de frente para o gol e finalizou em cima da defesa.

Aos 49’, Romarinho fez uma linda jogada driblando todo o sistema defensivo e foi derrubando dentro da área na hora do chute. Marcos Antônio Santos marcou o pênalti e Zé Love foi para a cobrança. O artilheiro do amor bateu firme e anotou seu nono gol no Candangão, artilheiro isolado da competição. O árbitro só esperou a cobrança para encerrar a partida e decretar a vitória amarela.

FICHA TÉCNICA

BRASILIENSE 2 X 0 CEILÂNDIA

Candangão 2021 – Terceira Fase – Segunda Rodada

28/04/2021, 15h30 – Mané Garrincha, Brasília, Distrito Federal

Árbitro: Marcos Antônio Santos

Assistente 1: Leila Moreira

Assistente 2: Lucas Guerra

Quarto Árbitro: Adriano Neri

BRASILIENSE

Edmar Sucuri; Aldo, Keynan, Badhuga e Mário Henrique (Peu); Milton Júnior (Sandy), Lídio (W. Balotelli) e Peninha; Maicon Assis (Carlos Eduardo), Tobinha (Romarinho) e Zé Love

Técnico: Vilson Tadei

Gols: Sandy (08’ 2T) e Zé Love (51’ 2T, pênalti)

Cartões amarelos: Keynan, Carlos Eduardo e W. Balotelli

CEILÂNDIA

Diogo; Andrezinho, Lucas Frank, Liel e Giovane; Werick, Dennys (Igor Pato) e Clécio (Mirandinha); Wisman (William), China (Matheus Bochecha) e Matheus Silva (Gabriel Pedra)

Técnico: Adelson de Almeida

Cartões amarelos: Werick

André Gomes/Brasiliense FC