Brasiliense domina e vence o Gama no clássico de número 66 – Brasiliensefc.com.br
brasiliense-domina-e-vence-o-gama-no-classico-de-numero-66

Brasiliense domina e vence o Gama no clássico de número 66

brasiliense-domina-e-vence-o-gama-no-classico-de-numero-66

Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

Encerrando a primeira rodada do quadrangular semifinal do Candangão, o Estádio Defelê recebeu, na tarde deste domingo (25/4), clássico entre Brasiliense e Gama de número 66 na história. Em uma partida exemplar do Jacaré, a equipe dominou o jogo e saiu de campo com a vitória por 3×0 e a manutenção dos 100% de aproveitamento dentro da competição. Os gols da partida foram marcados por Zé Love, artilheiro do campeonato com sete gols, e Maicon Assis (2x).

Com o resultado, o Jacaré chegou a 24 vitórias sobre o rival no clássico, contra 21 da equipe alviverde. O Brasiliense também conquistou o terceiro triunfo seguido no clássico, algo que não acontecia desde 2003.

Na segunda rodada, o Brasiliense vai enfrentar a equipe do Ceilândia. O jogo acontece na próxima quarta-feira (28/4), às 15h30, na Boca do Jacaré.

Domínio amarelo

Com um meio campo sólido e um ataque leve, com Tobinha e Luquinhas pelos lados, o Brasiliense ditou um ritmo acelerado logo no início, e teve a primeira chance com menos de um minuto de bola rolando. No cruzamento pela direita, Tobinha cabeceou para fora, mas com muito perigo.

Aos oito minutos, Peninha observou Matheus adiantando e tentou cobrir o goleiro do Gama, mas o chute saiu muito à esquerda. Três minutos depois, Aldo pegou de primeira a sobra de uma cobrança de escanteio, e Matheus precisou cair no canto para fazer a defesa.

Bem posicionado, o time do Jacaré não oferecia espaços, e a única alternativa do Gama eram os chutes de fora, que não levavam tanto perigo ao gol defendido por Edmar Sucuri. Em resposta, o Brasiliense descia com velocidade, explorando as postas. Aos 25’, Tobinha recebeu no bico da área, limpou a marcação e bateu cruzado para a boa defesa de Matheus.

Após os 40 minutos, o Brasiliense construiu dois ataques que resultaram em gol. Aos 42’, Tobinha cruzou para a área e Zé Love apareceu para abrir o placar e anotar seu sétimo gol no Candangão. Cinco minutos mais tarde, em outra jogada de Tobinha, Maicon Assis pegou a sobra no rebore de Matheus e balançou a rede, aumentando a vantagem amarela. 2×0 para o Jacaré no primeiro tempo.

Segundo tempo cadenciado

Com um ritmo totalmente diferente, o jogo voltou para o segundo tempo de forma cadenciada. O Jacaré amestrava a vantagem e o Gama pouco conseguia criar. A primeira finalização só aconteceu aos 14 minutos, e sem muito perigo. Marcão arriscou de fora, mas a bola saiu pelo lado direito.

Em duas jogadas seguidas de Peninha para Zé Love, o Jacaré quase conseguiu o terceiro. Na primeira, Kasado desviou a bola no momento do chute do artilheiro do amor. Na segunda, Zé Love cabeceou fraco e Matheus ficou com a bola.

Maicon Assis aparece novamente

Aos 19’, Zé Love fez uma boa jogada pela esquerda e bateu cruzado. Matheus defendeu e no rebote Maicon Assis apareceu para só escorar e marcar o terceiro do Jacaré. 3×0 no placar.

Após o gol, pouco foi criado pelas equipes, e antes que Marcelo Rubá soprasse o apito final, o gama teve uma última chance, aos 43 minutos. Igor Paim arriscou de fora e Sucuri fez a defesa, assegurando o placar final por 3×0.

FICHA TÉCNICA

GAMA 0 X 3 BRASILIENSE

Candangão 2021 – Terceira Fase – Primeira Rodada

25/04/2021, 15h30 – Estádio Defelê, Vila Planalto, Distrito Federal

Árbitro: Marcelo Rudá

Assistente 1: José Reinaldo

Assistente 2: Lucas Modesto

Quarto Árbitro: Gildevan Lacerda

GAMA

Matheus; Fernandinho, Igor, Marcão e João Gabriel; Kasado (João Victor), Pipoca (Igor Paim) e Mirrai (Gustavo); Matheus Lira (Daniel Alagoano), Ueslei e Caíque (Gaminha)

Técnico: Victor Santana

Cartões amarelos: Daniel Alagoano

BRASILIENSE

Edmar Sucuri; Aldo, Keynan, Badhuga e Mário Henrique; Milton Júnior, Lídio (W. Balotelli) e Peninha (Didira); Luquinhas (Maicon Assis), Tobinha (Jorge Henrique) e Zé Love (Bruno Nunes)

Técnico: Vilson Tadei

Gols: Zé Love (42’ 1T), Maicon Assis (47’ 1T e 19’ 2T)

Cartões amarelos: Tobinha

André Gomes/Brasiliense FC