De virada, Brasiliense derrota o Taguatinga na Boca do Jacaré – Brasiliensefc.com.br
de-virada-brasiliense-derrota-o-taguatinga-na-boca-do-jacare

De virada, Brasiliense derrota o Taguatinga na Boca do Jacaré

de-virada-brasiliense-derrota-o-taguatinga-na-boca-do-jacare

Foto: Gustavo Moreno/Esp. Metrópoles

No duelo de líderes do Candangão com 100% de aproveitamento, o Brasiliense levou a melhor sobre o Taguatinga, na tarde desta terça-feira (6/4), na Boca do Jacaré. Em um jogo que foi dominado pela equipe amarela, a Águia saiu na frente com um gol de falta marcado por Matheus Rogério no primeiro tempo. Com pressão no final da partida, o Jacaré buscou a virada com Michel Platini e Zé Love, de pênalti.

A vitória assegurou a liderança do Grupo B ao Brasiliense, com 15 pontos, e o aproveitamento perfeito até o momento. Mesmo com a derrota, o Taguatinga ainda lidera o Grupo A, com 12 pontos conquistados.

O esquadrão amarelo volta a campo para encerrar a primeira fase no próximo sábado (10/4). O adversário será o Unaí, às 15h30, na Boca do Jacaré.

Taguatinga sai em vantagem

O Brasiliense começou tomando a iniciativa do jogo, envolvendo o adversário com passes rápidos e objetivos. E foi assim que surgiu a primeira chance do jogo. Aos cinco minutos, Didira recebeu um ótimo passe de Peu e saiu na cara do gol. Na finalização, o goleiro Lucas Diniz fechou o canto e fez a defesa.

A equipe do Taguatinga demorou para chegar com mais perigo, mas quando chegou foi fatal na segunda chance que criou. Aos 10’, José Henrique tentou uma puxeta que saiu franca pelo canto direito. Quatro minutos depois, Matheus Rogério cobrou uma falta fontal que saiu sem potência, mas o quique no gramado enganou Edmar Sucuri, que não conseguiu chegar a tempo de evitar o gol. 1×0 para a Águia.

Após o gol, o jogo voltou a ser dominado pelo Jacaré. Em uma jogada ensaiada na cobrança de escanteio aos 18 minutos, Maicon Assis recebeu de Peu e tentou achar o ângulo esquerdo, mas a bola saiu para tiro de meta. Em seguida, falta para o Brasiliense no canto direito. Peu tentou surpreender Lucas Diniz com uma cobrança direta, mas o arqueiro estava bem posicionado para encaixar a bola.

Aos 36’, Diogo escapou da marcação e cruzou para a cabeçada de Romarinho que para nas mãos de Lucas Diniz. No terceiro minuto seguinte, o zagueiro Jefferson tentou lançar para o ataque, mas acabou acertando Didira. A bola rebateu, cobriu o goleiro da Águia e quase morreu no fundo do gol.

O último lance de perigo foi do Taguatinga. Aos 44’, Daniel Guerreiro recebeu isolado no ataque e finalizou sem muita pretensão por cima do gol.

Centroavantes do Jacaré decidem

Buscando o logo no começo da segunda etapa, o Jacaré ameaçou com três minutos. Zotti acionou Zé Love, que dominou do peito e bateu firme para a defesa de Lucas Diniz. No minuto seguinte, José Henrique pegou a sobra pela direita e emendou um chute que saiu com muito perigo pela linha de fundo.

O jogo tomou a tônica de fogo cruzado na altura dos oito minutos. Zé Love recebeu a área e ajeito para Tobinha, que perdeu a dividida com o goleiro da Águia. Aos 10’, Itamar recebeu nas costas da marcação e bateu de primeira, mas sem direção ao gol amarelo. Logo depois, mais uma vez Zé Love recebeu no ataque, mas sem condições de finalizar, o atacante rolou para Peu, que teve o chute bloqueado por Denílson.

A vantagem no placar fez o Taguatinga se fechar e chamar o Brasiliense para o ataque. Aos 23’, Zé Love teve duas chances seguidas. Na primeira, ele recebeu o cruzamento rasteiro de Peu e bateu por cima. Na segunda, novamente com passe de Peu, o artilheiro do amor cabeceou e a bola saiu tirando tinta da trave.

Aos 24’, Luquinhas carregou pelou meio e bateu de fora raspando a trave direita. Cinco minutos mais tarde, Zotti lançou Luquinhas, que tentou de cabeça, mas novamente arrematou para fora.

A enorme pressão amarela foi recompensada aos 39 minutos. Diogo levantou a bola e Michel Platini subiu para testar e empatar o jogo. Primeiro gol do atacante em sua volta para o Jacaré. Na saída de bola, Tobinha recebeu um passe em velocidade e foi derrubado por Lucas Diniz dentro da área. Zé Love foi para a cobrança e estufou a rede. 2×1 Brasiliense.

Com a vantagem, o Jacaré continuou no ataque, mas controlando o resultado. A vitória deixa a equipe na liderança do Grupo B com 12 ponto e 100% de aproveitamento dentro da competição.

FICHA TÉCNICA

TAGUATINGA  1 X 2 BRASILIENSE

Candangão 2021 – Primeira Fase – Quinta Rodada

06/04/2021, 15h30 – Boca do Jacaré, Taguatinga, Brasília

Árbitro : Leandro Almeida

A1: Renato Gomes

A2: Cristopher Souza

Quarto Árbitro:​ Adriano Neri

TAGUATINGA

Lucas Diniz; Denílson, Daniel Felipe, Jefferson e Evanilson; Matheus Rogério (Lucas Vitor), Hugo e José Henrique (Vitinho); Itamar (Glaucio), Vandinho e Daniel Guerreiro (Dogão)

Técnico: Junior Araujo

Gols: Matheus Rogério (14’ 1T)

Cartões amarelos: Itamar, Vandinho, Daniel Guerreiro

BRASILIENSE

Edmar Sucuri; Diogo, Keynan, Badhuga e Peu; Lídio (Michel Platini), Aldo (Zotti) e Didira (Jorge Henrique); Romarinho (Tobinha), Maicon Assis (Luquinhas) e Zé Love

Técnico: Vilson Tadei

Gols:

Cartões amarelos: Zé Love, Keynan

André Gomes/Brasiliense FC