Ainda dá? Somente façanha inédita pode levar River à final da Libertadores – Brasiliensefc.com.br
ainda-da-somente-facanha-inedita-pode-levar-river-a-final-da-libertadores

Ainda dá? Somente façanha inédita pode levar River à final da Libertadores

Palmeiras e River Plate se enfrentam na noite desta terça-feira (12/1) para definir quem será o primeiro finalista da Libertadores nesta temporada. Para isso, o time de Marcelo Gallardo terá que reverter uma façanha até agora inédita nas semifinais do certame continental: reverter a enorme vantagem de 3 x 0 adquirida pelos brasileiros no jogo de ida na casa do adversário. 

Em busca do improvável
Os comandados de Gallardo sabem o quão dura é a missão desta terça-feira. Os argentinos embarcaram para o Brasil com a complicada tarefa de virar um jogo de 3 x 0 nas semifinais da Libertadores, feito nunca realizado por nenhuma equipe na história da competição.

O fato se torna mais raro ainda quando o Palmeiras é apenas o segundo clube na história do torneio a ter feito o placar de três gols de diferença na casa do adversário. O primeiro foi o Grêmio, que bateu o Barcelona-EQU por 3 x 0 na casa do adversário em 2017 e avançou à final com uma derrota por 1 x 0 na Arena gremista.

“Temos que ter uma noite épica”, disse Gallardo após a derrota acachapante no jogo de ida. É exatamente o que o River precisa.

Mosaico da discórdia
Uma faixa no Allianz Parque, local do duelo desta noite, vem causando irritação e polêmica na Argentina. Isso porque um mosaico no estádio ilustra duas taças da Libertadores.

A imagem causou furor na imprensa argentina, já que o clube paulista só conquistou uma vez a competição continental, em 1999, vencendo o próprio River na semifinal, e os argentinos encararam como uma forma de provocação.

Mosaico do Palmeiras irrita o River

Gallardo pode pedir o boné
Além de toda a carga dramática, a partida ganha ares de despedida para o técnico Marcelo Gallardo. O treinador afirmou que pode rever seu destino ao final de temporada, e uma eliminação para o Palmeiras pode ajudar na decisão do treinador.

Em entrevista coletiva antes do jogo, Gallardo disse que deve analisar sua situação no clube ao final do mês de janeiro. O argentino está no comando do River há seis anos e lidera a equipe desde 2014.

Abel fora da final?
Caso confirme a vantagem e avance à final da Libertadores, o Palmeiras pode ter um desfalque de peso para a grande decisão, dia 30 de janeiro, no Maracanã. Com dois cartões amarelos acumulados na fase final do torneio, o técnico Abel Braga pode desfalcar a equipe na finalíssima.

Caso o professor português receba mais um amarelinho no jogo desta terça-feira, o alviverde vai para a tão sonhada final sem o gajo no banco de reservas.


0

Joia fora de ação
Quem já está fora da semifinal de logo mais é o volante Patrick de Paula. O talentoso meio-campista palmeirense recebeu o terceiro cartão amarelo no jogo de ida e desfalca o Verdão contra o River. A vaga do jovem deve ser ocupada pelo polivalente Zé Rafael.

O meia deve atuar mais recuado, formando uma linha de cinco no meio de campo, ao lado dos jovens Danilo e Gabriel Menino, destaque da partida de ida. Rony e Gustavo Scarpa fecham os lados e Luiz Adriano é a referência no ataque. Na zaga, Luan deve ficar com a vaga de Alan Empereur, que atuou no confronto na Argentina.

Transmissão
Palmeiras e River Plate se enfrentam às 21h30. Mais uma vez, o jogo será transmitido ao vivo pelo SBT. Na televisão fechada, a TV Conmebol anuncia a transmissão da partida. 

O post Ainda dá? Somente façanha inédita pode levar River à final da Libertadores apareceu primeiro em Metrópoles.