Sucessores de Messi e CR7: a próxima geração de “melhores do mundo” – Brasiliensefc.com.br
sucessores-de-messi-e-cr7-a-proxima-geracao-de-melhores-do-mundo

Sucessores de Messi e CR7: a próxima geração de “melhores do mundo”

Lionel Messi e Cristiano Ronaldo, seis e cinco vezes melhores do mundo, respectivamente, estão nos últimos anos de suas carreiras e, com isso, abrirão mais vagas na disputa de melhor jogador. Além dos nomes já conhecidos, novos talentos surgem a cada ano.

Em 2020, Robert Lewandowski desbancou o argentino e o português, levando para casa o troféu de melhor jogador do mundo na atual temporada.

O Metrópoles lista os candidatos do futuro ao prêmio. Kylian Mbappé, Ansu Fati e Diogo Jota puxam a fila dos talentos da nova geração que têm chances de vencer a Champions League com seus clubes e ainda se destacarem atuando pela seleção de seu país. Confira:

Kylian Mbappé (PSG, França): atual vice-campeão da Liga dos Campeões, um dos principais jogadores do Paris Saint-Germain e da seleção francesa, e atual artilheiro do Campeonato Francês, com 11 gols;

Kingsley Coman (Bayern de Munique, França): autor do gol que deu o título da Champions ao Bayern de Munique, atual líder de assistências da Bundesliga e um dos principais jogadores da seleção francesa e do Bayern;

Ansu Fati (Barcelona, Espanha): com apenas 18 anos, o atacante é um das peças fundamentais da nova geração do Barça e é uma das maiores promessas do futebol espanhol;

Diogo Jota (Liverpool, Portugal): o português está roubando a cena na atual temporada do Liverpool, além de estar se destacando, também, na seleção portuguesa;

Bruno Fernandes (Manchester United, Portugal): artilheiro e líder de assistências do Manchester United, o meia é um dos motivos para o povo de Portugal esperar coisas grandes da sua seleção;

Calvert-Lewin (Everton, Inglaterra): o inglês está empatado com Salah e Son na artilharia da Premier League, com 11 gols, e uma das tantas opções ofensivas da seleção da Inglesa;

Erling Haaland (Borussia Dortmund, Noruega): atrás apenas de Lewandowski na artilharia da Bundesliga, com 10 gols em oito jogos, Haaland só não tem sorte na seleção de seu país. Pela Noruega, ele também é goleador, mas a equipe não conseguiu sequer a classificação para a Eurocopa de 2021.

O post Sucessores de Messi e CR7: a próxima geração de “melhores do mundo” apareceu primeiro em Metrópoles.