Brasiliense vence o Mirassol mas está eliminado da Série D – Brasiliensefc.com.br
brasiliense-vence-o-mirassol-mas-esta-eliminado-da-serie-d

Brasiliense vence o Mirassol mas está eliminado da Série D

brasiliense-vence-o-mirassol-mas-esta-eliminado-da-serie-d

Foto: Igo Estrela/Metrópoles

O Brasiliense Futebol Clube recebeu a equipe do Mirassol em uma tarde chuvosa deste domingo (27/12), pelas oitavas de final da Série D, precisando reverter o resultado construído pelos paulistas no jogo de ida entre as equipes. O esquadrão amarelo saiu da Boca do Jacaré com a vitória por 2×1, mas não conseguiu tirar a vantagem de quatro gols do Leão.

Os gols do Jacaré foram anotados por Zé Love, no segundo tempo. O primeiro deles de pênalti. O tento do Mirassol foi marcado por Keynan, contra, no primeiro tempo. Apesar da vitória, o Jacaré saiu derrotado pelo placar agradado de 5×2.

O Brasiliense retorna aos gramados em 2021. A equipe encara o Vitória-ES, no dia 20 de janeiro, pela primeira fase da Copa Verde.

O jogo

O campo ainda bastante molhando e escorregadio dificultava as iniciativas ofensivas, apesar do primeiro chute ao gol ter acontecido com menos de um minuto. Alisson arriscou de fora, mas acabou pegando muito em baixo isolando o chute por cima da meta.

O Jacaré chegou aos três minutos. Na cobrança de escanteio, Badhuga pegou a sobra emendando uma meia bicicleta que saiu sem potência para fora. A equipe do Mirassol respondeu com duas chegadas pelos lados. Aos nove, Netto recebeu no corredor direito e bateu cruzado para fora. No lance seguinte, Moraes também chutou em diagonal e a bola para na defesa de Edmar Sucuri.

Aos 13’, Peu avançou pela esquerda e tentou cruzar para o meio da área. A bola pegou efeito e tomou a direção do ângulo, obrigando Jefferson a fazer a defesa e jogar para escanteio. O Leão respondeu aos 20 minutos, na chegada de Fabrício, que cruzou rasteiro. Keynan tentou afastar a bola, mas acabou desviando para o gol. 1×0 Mirassol.

Após o gol do Mirassol o Brasiliense passou a dominar o jogo, principalmente fazendo uso das bolas paradas. Aos 26’, Aldo aproveitou o bom escanteio cobrado por Peu e cabeceou com muito perigo. Três minutos depois, Zé Love recebeu dentro da área e bateu travado com o zagueiro Patrick.

Em duas cobranças de falta a equipe ainda teve chances de ir para o intervalo com o placar empatado. Na primeira, aos 38 minutos, Peu cobrou em cima do goleiro Jefferson. Na segunda, em uma jogada ensaiada com 45 jogados, Zé Love soltou o pé e mais uma vez Jefferson fez a defesa em dois tempos.

Brasilense vira, mas não consegue o resultado

O Inicio da segunda etapa foi de um jogo cadenciado. O Mirassol se postava na defesa e o Jacaré buscava os espaços sem descuidar da marcação. Na primeira chance de perigo, o Brasiliense chegou ao empate. Aos oito minutos, Maicon Assis arrematou a queima roupa em cima do goleiro Jefferson. Na sequência do lance, o atacante do esquadrão amarelo foi derrubado dentro da área. Pênalti marcado. Zé Love foi para a cobrança e colocou no fundo da rede.

O jogo passou a ser de total domínio do Jacaré na segunda etapa. O Mirassol administrava a vantagem e buscava neutralizar as jogadas no meio campo. Aos 16’, Macon Assis arriscou de fora, mas longe do gol. Com 19 minutos no cronômetro, Luquinhas bateu cruzado e o desvio do zagueiro Patrick evitou o que seria a virada do Brasiliense.

Aos 29’, Jefferson Maranhão recebeu nas costas da marcação e bateu de bico, mas sem força e a bola ficou com o arqueiro do Mirassol. Com 34 minutos, a defesa do Leão recuou mal, Zé Love roubou a bola, driblou o goleiro e bateu para o gol anotando o segundo o Brasiliense e seu décimo segundo na Série D, assumindo a artilharia da competição.

A pressão do Jacaré era total. Maicon Assis, aos 39 minutos, avançou pela esquerda e cruzou para a área. O goleiro Jefferson tentou fazer a defesa que quase jogou contra o próprio gol.

O Mirassol só consegui um chute de fato ao gol aos 41 minutos. Rafael Tavares soltou pé do bico da área e Sucuri fez bem a defesa. Aos 44’, Zé Love disputou uma bola no alto com o zagueiro Patrick, que desviou a bola com o braço e o árbitro Paulo Ramon nada marcou.

O Jacaré ainda teve duas chances para fazer mais um gol, com Badhuga, aos 40 minutos, e Diogo logo em seguida, mas não conseguiu aproveita-las, e o placar final marcava a vitória do time candango, mas não o suficiente para assegurar a classificação.

FICHA TÉCNICA

BRASILIENSE 2 X 0 MIRASSOL

Campeonato Brasileiro Série D 2020 –  Oitavas final – jogo de volta

27/12/2020, 15h30, Boca do Jacaré – Taguatinga, Distrito Feeral

Árbitro: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro-RN

A1: Luis Carlos de França Costa-RN

A2: Francisco de Assis da Hora-RN

4º árbitro: Maguielson Lima Barbosa-DF

BRASILIENSE

Edmar Sucuri; Diogo, Badhuga, Keynan e Peu; Aldo (Jefferson Maranhão), Zotti (Bruno Lima) e Carlos Eduardo (Peninha); Luquinhas (Rodrigo Fumaça), Romarinho (Maicon Assis) e Zé Love

Técnico: Vilson Tadei

Gols: Zé Love (09’ 2T, pênalti e 34’ 2T)

Cartões amarelos: Luquinhas, Zé Love, Bruno Lima, Carlos Eduardo, Keynan, Vilson Tadei, Cléber Augusto e Rodrigo Fumaça

MIRASSOL

Jefferson; Vinicius, Heitor, Patrick e Moraes (Oliveira); Daniel, Alisson e Cássio Gabriel (Rafael Tavares); Netto (Minho), Lucas Silva (Luiz Henrique) e Fabrício (João Carlos)

Técnico: Eduardo Baptista

Gols: Keynan (20’ 1T, contra)

Cartões amarelos: Fabrício, Rafael Tavares, Oliveira e Jefferson

André Gomes/Brasiliense FC