Tem herdeiro? Quem fracassou e quem ainda pode ser o sucessor de Maradona – Brasiliensefc.com.br
tem-herdeiro-quem-fracassou-e-quem-ainda-pode-ser-o-sucessor-de-maradona

Tem herdeiro? Quem fracassou e quem ainda pode ser o sucessor de Maradona

Diego Maradona morreu nessa quarta-feira (25/11), vítima de uma parada cardiorrespiratória na Argentina. Desde de sua aposentadoria, no fim da década de 90, o que não faltaram foram jogadores especulados para substituir o craque.

Veja nomes que surgiram como “os novos Maradonas” e não corresponderam às expectativas e quem ainda pode continuar o legado do gênio do futebol mundial.

Latorre

O meia foi o primeiro a ser apontado como o sucessor do craque. O bom jogador surgiu no Boca Juniors em 1987 e com 18 anos já vestia a camisa da Seleção da Argentina. Logo foi para a Europa, mas não conseguiu se firmar e acabou virando um cigano do futebol, encerrando a carreira na década de 2000.

Ariel Ortega

Se Latorre surgiu no Boca, Aimar surgiu com tudo com a camisa do River Plate. Foi contratado jovem junto ao Valencia, onde acumulou brigas com Claudio Ranieri, seu treinador no clube espanhol. Além do talento extraordinário dentro de campo, o meia também chamava a atenção pela semelhança física com El Pibe.

Mas o baixinho atarracado, assim como o antecessor na corrida pela sucessão de Maradona, fez mais sucesso enquanto jogava na Argentina que no futebol europeu e também não cumpriu às expectativas depositadas em seu futebol.

Pablo Aimar

Assim como Ortega, o meia também baixinho e dono de uma visão de jogo invejável surgiu no River. E de lá também foi para o futebol espanhol, curiosamente também para o Valencia. Foi liderado por Rafa Benítez no time da Espanha e brilhou por um tempo no país.

Mas as lesões acabaram atrapalhando e interrompendo a carreira do meia, que disputou duas Copas do Mundo.

Juan Román Riquelme

O talentoso meia talvez tenha sido o maior nome surgido na Argentina antes de Messi. Riquelme era um camisa 10 completo. Teve boa passagem pelo futebol espanhol, por Barcelona e Villarreal. No Barça acabou preterido e vivia às turras com Louis Van Gaal, treinador do time à época.

Acabou dando lugar a Ronaldinho no elenco do time espanhol. Teve atuação marcante na conquista do Mundial de clubes de 2000, sobre o Real Madrid. Encerrou a carreira no futebol argentino, no Boca Juniors e no Argentinos Jrs.

Carlos Tevez

Quando baixinhos atarracados surgiam no futebol argentino, a comparação era inevitável. E não foi diferente com Tevez. O atacante surgiu no Boca Juniors e sua história de superação em muito se assemelhava a de Don Diego. Carlitos defendeu camisas de grandes times da Europa, como Manchester United e Manchester City, além de uma passagem vitoriosa pelo Corinthians.

Conquistou os Jogos Olímpicos em 2004. Mas seu temperamento e atitudes fora de campo o prejudicaram. Hoje defende o Boca Juniors.

Lionel Messi

Muitos dizem que Messi é melhor que Maradona. Mas não maior. E é notório que o craque do Barcelona pode ter sido quem mais chegou perto de suceder Don Diego. O camisa 10 da Seleção da Argentina e do time espanhol acumula recordes e segue ultrapassando marcas na carreira.

Mas se há uma mancha negativa na história de Messi é a falta de títulos com sua seleção. Mais precisamente de Copas do Mundo. Em 2022, provavelmente seu último Mundial em alto nível, o ET terá mais uma chance de chegar perto de Maradona.

Geração Pós-Messi

A nova geração argentina começa a mostrar que pode dar frutos. Liderados por jogadores como Paulo Dybala e Giovani Lo Celso, a juventude hermana já mostra talento com a camisa da seleção.

Nomes como Lautaro Martínez, Lucas Ocampos e Nicolas González surgem como esperança de conquistas para a Argentina.

O post Tem herdeiro? Quem fracassou e quem ainda pode ser o sucessor de Maradona apareceu primeiro em Metrópoles.