Fiéis de luto: reveja história da igreja de Maradona na Argentina – Brasiliensefc.com.br
fieis-de-luto-reveja-historia-da-igreja-de-maradona-na-argentina

Fiéis de luto: reveja história da igreja de Maradona na Argentina

Maradona deixou o mundo do futebol mais triste nesta quarta-feira (25/11). O gênio da bola morreu na Argentina, aos 60 anos. E deixou tristes também uma legião de fãs argentinos. Fãs não, fiéis. Maradona foi tão genial que teve uma religião fundada em sua homenagem em seu país natal. Relembre essa história de amor e devoção a um dos maiores jogadores de futebol da história.

Igreja Maradoniana

A igreja do craque foi criada em 1998 por quatro fãs do craque. O mito do deus que surgiu do nada, deu alegria e agiu em prol de seu povo é a inspiração da criação da Igreja Maradoniana. Obviamente uma paródia do catolicismo, o maradonianismo tem até mesmo datas comemorativas.

Seu calendário é contado a partir do nascimento de Dieguieto: 30 de outubro de 1960.

Natal antecipado

A Igreja Maradoniana tem dois festejos tradicionais: o 29 de outubro, que significa a véspera de Natal Maradoniano, a Noche Buena, e o 22 de junho, algo semelhante à Páscoa, quando El Pibe fez os gols contra a Inglaterra em 1986, na conquista do Mundial do México daquele ano.

E não poderiam faltar as orações da religião do craque. O Padre Nuestro (y nuestro de verdad), semelhante ao Pai Nosso, Creo e Dios te salve são as três rezas da Igreja Maradoniana. E não poderia faltar o “Diego”, que na crença significa o “amém”.

O maradonianismo também tem seus mandamentos. “Amar o futebol sobre todas as coisas” e “declarar o amor a Diego” são alguns deles.

 

 

 

 

O post Fiéis de luto: reveja história da igreja de Maradona na Argentina apareceu primeiro em Metrópoles.