Brasiliense paga cirurgia de zagueiro do Atl. de Alagoinhas que fraturou a perna na partida entre as equipes – Brasiliensefc.com.br
brasiliense-paga-cirurgia-de-zagueiro-do-atl-de-alagoinhas-que-fraturou-a-perna-na-partida-entre-as-equipes

Brasiliense paga cirurgia de zagueiro do Atl. de Alagoinhas que fraturou a perna na partida entre as equipes

brasiliense-paga-cirurgia-de-zagueiro-do-atl-de-alagoinhas-que-fraturou-a-perna-na-partida-entre-as-equipes

No último dia 7 de novembro, o Brasiliense Futebol Clube derrotou o Atlético de Alagoinhas por 3×0, pela Série D. Além da derrota, um lance primordial marcou a vida de um atleta do time baiano. Quando eram jogados 13 minutos do segundo tempo, o zagueiro Mailson, capitão da equipe tricolor, fraturou a fúbula, ao disputar a bola com o atacante Zé Love. Solidarizado com a gravidade da lesão, o Jacaré se ofereceu para custear a hospedagem, o deslocamento e a cirurgia do atleta, em Brasília.

O jogador chegou ao Distrito Federal na última quinta-feira (13/11) para avaliação do Dr. Paulo Lobo, no Hospital HOME. Após realizar exames de radiografia e sangue, foi submetido ao procedimento cirúrgico, realizado com sucesso no dia seguinte. O tempo de recuperação para que o zagueiro retorne aos treinamentos é de 120 dias.

Surpreso com o ato de solidariedade do Jacaré, Mailson agradeceu todo o suporte oferecido a ele pelo clube, pois havia o medo de que sua carreira fosse interrompida pela lesão. “Tenho muita gratidão a todos envolvidos no Brasiliense. Aqui me senti em casa durante período que fiquei em Brasília. Quando o diretor do clube entrou em contato oferecendo ajuda com a cirurgia, eu fiquei em um misto de surpresa e felicidade”, ressaltou.

“Mais uma vez tive certeza que existem pessoas boas no mundo. Agradeço ao presidente Luiz Estevão e ao Dr. Paulo Lobo e sua equipe, eles foram fundamentais para que eu possa prosseguir com a minha carreira e fazendo o que mais gosto, que é jogar futebol”, completou o jogador.

Segundo o Dr. Paulo Lobo, Mailson pode intensificar os trabalhos de fisioterapia com 60 dias, e que caso não fizesse a cirurgia, o tempo de recuperação poderia se estender por mais dois meses além do esperado.  “Se ficasse somete com o gesso, ele (Mailson) só voltaria a treinar com seis meses. Eu e minha equipe, formada pelos Drs. Juliano Francisco e Anísio Neto, colocamos uma placa com seis parafusos para acelerar a recuperação. Claro que cada organismo reage de uma maneira, mas entre três meses e meio a quatro, o atleta já pode retomar os treinos com bola”, afirmou.

Mailson está em repouso no hotel desde o dia em que recebeu alta do hospital, no último domingo (15/11). Ele viaja para Salvador nessa terça-feira (17/11), onde será acompanhado por uma equipe indicada pelo Dr. Paulo Lobo até ter condições de retornar ao clube.

Através de uma carta oficial, o presidente do Atlético, Albino Leite, agradeceu em nome do clube e da cidade de Alagoinhas, pelo apoio oferecido pelo Brasiliense no caso do atleta. Confira a baixo a carta:

André Gomes/Brasiliense FC