Brasiliense bate a Caldense e fecha a fase de grupos em primeiro lugar – Brasiliensefc.com.br
brasiliense-bate-a-caldense-e-fecha-a-fase-de-grupos-em-primeiro-lugar

Brasiliense bate a Caldense e fecha a fase de grupos em primeiro lugar

brasiliense-bate-a-caldense-e-fecha-a-fase-de-grupos-em-primeiro-lugar

Fora de casa, o Brasiliense Futebol Clube foi até Poços de Caldas, encarar a já eliminada Caldense, na tarde desta sexta-feira (27/11). A chuva castigou o gramado do Estádio Dr. Ronaldo Junqueira antes da partida, o que dificultou o desenvolvimento do jogo amarelo, que saiu perdendo. Mas com gols de Luquinhas, no primeiro tempo, e Zé Love, cobrando pênalti na segunda etapa, o Jacaré venceu a Veterana e carimbou a primeira colocação no grupo A6. O tento da equipe da casa foi marcado por Teves.

O Jacaré agora espera o desfecho do grupo A5, que terá suas partidas realizadas neste sábado (28/11), para conhecer seu adversário na próxima fase. Três times seguem com chances de cruzar com o esquedrão amarelo: Água Negra-MS, Real Noroeste-ES e Goianésia-GO.

Campo molhado, jogo corrido

Com o campo bastante molhado, os cruzamentos ditavam a tônica dos primeiros lances do jogo. O Jacaré engatou uma sequência de três escanteios seguidos, que levaram perigo ao gol da Caldense antes mesmo dos dois minutos de bola rolando. Aproveitando a situação do gramado, o chute de longe também era uma aposta da equipe amarela. Aos três minutos, a defesa da Caldense saiu jogando errado. A bola sobrou para Maicon Assis que bateu por cima.

O jogo era corrido e aberto. A Veterana encaixou um contra-ataque aos 11 minutos. Lucas Silvas lançou Gabriel Esteves pelo lado direito, que avançou e bateu no lado de fora da rede. Aos 15’, Tevez recebeu na entrada da área, girou e bateu fraco no canto, sem dificuldades para Fernando Henrique praticar a defesa.

Na cobrança de escanteio, a Caldense abriu o placar. Quando eram jogados 21 minutos, a bola foi lançada na área do Jacaré, desviou na defesa e sobrou para Tevez desviar e abrir o placar.

Após o gol, o Brasiliense passou a tomar as rédeas da partida, e chegou ao gol de empate antes do intervalo. Aos 44’, Diogo lançou Maicon Assis, que disputou a bola dentro da área e tocou para Luquinhas chapar a bola e empatar o jogo.

Zé Love decisivo

O Jacaré voltou com a mesma pegada em que terminou o primeiro tempo. Com sete minutos, Peu cruzou na cabeça de Breno Calixto, que testou para o chão, mas Iago fez a defesa. No lance seguinte, Maicon Assis escapou pela direita e cruzou rasteio. Luquinhas mais uma vez apareceu na pequena área, mas dessa vez finalizou fraco nas mãos do arqueiro alviverde.

O jogo era dominado pelo esquadrão amarelo. Aos 10’, Balotelli cruzou pela esquerda e Zé Love cabeceou para o gol. Mais uma vez, Iago apareceu para espalmar e salvar a equipe mineira.

A Caldense respirou após a pressão do Jacaré. A equipe da casa finalizou pela primeira vez no segundo tempo aos 20 minutos. Henrique Caivano recebeu na entrada da área, girou e bateu rasteiro, mas Fernando Henrique fez a defesa com facilidade.

Na altura dos 27 minutos, Rodrigo Fumaça cruzou para Zé Love dentro da área. O camisa 9 do Brasiliense foi derrubado e o árbitro assinalou a penalidade máxima. O próprio artilheiro do amor foi para a cobrança e bateu firme no alto para virar o placar. 2×1 para o Jacaré.

Administrando a vantagem, a equipe visitante cadenciou o jogo, desacelerando e contendo a Veterana. Sem grandes chances na reta final, o time amarelo garantiu a vitória e o primeiro lugar no grupo.

FICHA TÉCNICA

CALDENSE 1 X 2 BRASILIENSE

Campeonato Brasileiro Série D 2020 –  Fase de grupos – Décima QUARTA rodada

27/11/2020, 16h, Estádio Dr. Ronaldo Junqueira – Poços de Caldas, Minas Gerais

Árbitro: Gustavo Ramos Melo-PA

A1: Breno Rodrigues-MG

A2: Marconi Helbert Vieira-MG

4º árbitro: Michel Patrick Costa Guimaraes-MG

CALDENSE

Iago; Guilherme Augusto (Kaique Maciel), Gabriel Tonini, Lucas e Caio; Franklin (Henrique Caivano), Nathan, Gabriel Esteves (Matheus) e Lucas Silva; Vinicius (Bruno) e Tevez (Vel)

Técnico: Marcos Paulo Grippe

Gols: Tevez (21’ 1T)

Cartões amarelos: Guilherme Augusto

BRASILIENSE

Fernando Henrique; Diogo, Badhuga, Breno Calixto e Peu; Bruno Lima (Aldo), W. Balotelli (Iago) e Zotti (Rodrigo Fumaça); Luquinhas, Zé Love (Peninha) e Maicon Assis (Romarinho)

Técnico: Edson Souza

Gols: Luquinhas (44’ 1T) e Zé Love (28’ 2T)

Cartões amarelos: Maicon Assis e Rodrigo Fumaça

André Gomes/Brasiliense FC