Os “rolês aleatórios” de Pelé: relembre histórias curiosas vividas pelo Rei – Brasiliensefc.com.br
os-roles-aleatorios-de-pele-relembre-historias-curiosas-vividas-pelo-rei

Os “rolês aleatórios” de Pelé: relembre histórias curiosas vividas pelo Rei

Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, completa 80 anos nesta sexta-feira (23/10). Como não poderia deixar de ser, o maior jogador de todos os tempos tem inúmeras histórias curiosas e divertidas ao longo da vida.

O Metrópoles separou alguns rolês completamente aleatórios do Rei, capazes de dar inveja em Ronaldinho Gaúcho. Veja:

Relacionamento com Xuxa

Esta talvez seja a história de bastidor mais famosa do Rei. Ao longo dos anos 80, Pelé viveu tórrido romance com Xuxa Meneghel, a “Rainha dos Baixinhos”. Todavia, o relacionamento não foi lá dos mais saudáveis.

Em livro publicado recentemente, Xuxa revelou que encerrou o namoro devido às várias traições de Pelé. Os dois ficaram juntos por seis anos.

 

0

Despedida dos Cosmos

O Rei jogou por apenas dois clubes na vida: Santos e Cosmos FC. A despedida do time norte-americano não poderia ser mais triunfal. Diante de um público de quase 80 mil pessoas, Pelé deu adeus ao futebol em Nova Iorque, no ano de 1977.

Na plateia, personalidades como Jimmy Carter, filho do então presidente dos Estados Unidos, e Muhammad Ali, o maior nome do boxe mundial, foram prestigiar o Rei.

 “Quero aproveitar a oportunidade para pedir que deem mais atenção às crianças. Quero dizer que julgo o amor a coisa mais importante na vida, e que devemos nos ajudar sempre que possível. Digam comigo três vezes: amor, amor e amor”, declarou o Rei Pelé, despedindo-se dos gramados.

Altinha com Maradona

Quem foi melhor, Maradona ou Pelé? Essa foi a pergunta que, por muitos anos, motivou – e ainda motiva – a rivalidade não só entre brasileiros e argentinos mas também entre a dupla de craques. Os dois lendários gênios do futebol mundial não se bicavam.

Em 2005, o hermano se aventurou na TV argentina, e passou a apresentar um programa de auditório. E o convidado da abertura da atração foi justamente o Rei. Os dois bateram resenha descontraída, com direito a uma “altinha” entre o brasileiro e o argentino. Pelé ainda se aventurou no microfone, dando uma palinha.

“Qual pão, senhor?”

Aposentado das piscinas, Michael Phelps virou figurinha carimbada no Brasil. Em 2013, o então ex-nadador multicampeão olímpico veio ao país gravar um comercial do restaurante Subway. Do lado brasileiro, o Rei foi convidado para atuar na peça publicitária.

Era esperado que o americano e o brasileiro participassem de “pelada” com crianças, mas uma cirurgia no quadril impossibilitou a participação de Pelé.

O Rei fez piada com Michael Phelps. “Você era um bom jogador de futebol? Não? Que bom, porque eu era um péssimo nadador”, brincou.

Comercial de Atari

Esta é para os gamers fãs do Rei. Nos anos 1970, o Atari dominava o mercado de games. E não é que Pelé entrou na onda? Logo depois de encerrar a carreira esportiva no Cosmos, Edson Arantes gravou peças de divulgação da marca, em 1978.

Em um vídeo de promoção do game, o Rei brinca com uma menina. Após dizer que saiu do futebol para jogar Atari, Pelé ouviu da garotinha que ele precisava treinar mais.

Cena com a mulher do diretor

O Rei também se aventurou nas telonas e na música. Pelé tem histórias hilárias na sétima arte. No filme Pedro Mico, de 1986, Edson Arantes do Nascimento teve de fazer uma cena íntima com nada mais nada menos do que a mulher do diretor do longa-metragem.

O post Os “rolês aleatórios” de Pelé: relembre histórias curiosas vividas pelo Rei apareceu primeiro em Metrópoles.