Nos pênaltis, Brasiliense é derrotado pelo Gama na final do Candangão – Brasiliensefc.com.br
nos-penaltis-brasiliense-e-derrotado-pelo-gama-na-final-do-candangao

Nos pênaltis, Brasiliense é derrotado pelo Gama na final do Candangão

nos-penaltis-brasiliense-e-derrotado-pelo-gama-na-final-do-candangao

Na tarde deste sábado (29), o Brasiliense Futebol Clube entrou em campo contra a equipe do Gama, pelo jogo de volta da final do Candangão 2020. A equipe amarela tinha a vantagem construída no primeiro jogo, mas nos 90 minutos do tempo normal, não conseguiu evitar que a partida fosse para as penalidades máximas. Nas cobranças, o Gama levou a melhor e saiu com o título.

O primeiro gol do Gama foi marcado por David Souza. O segundo foi anotado por Nunes, em um pênalti originado de uma jogada muito duvidosa. Nos pênaltis, Zé Love, Douglas e Aldo converteram para o Jacaré. Rodrigo e Sandy desperdiçaram suas cobranças.  Pelo Lado da equipe verde, Michel Platini, Norton, Peu e Malaquias marcaram.

O Jacaré agora volta seus esforços para a Série D, onde a equipe enfrenta o Tocantinópolis-TO, no próximo dia 06 de setembro, em solo adversário.

Primeiro tempo

Os primeiros minutos da decisão foram sem grandes emoções. O jogo era estudado e ninguém queria correr riscos na defesa. O alviverde foi quem chegou primeiro com um pouco mais de perigo. Aos oito minutos, Everton apareceu em velocidade pela direita e cruzou rasteiro. O goleiro Fernando Henrique cortou a bola antes que o ataque do Gama completasse para o gol.

O Brasiliense conseguia manter a posse de bola e encaixar boas descidas, mas esbarrava no sistema defensivo do adversário. A equipe do Gama, quando tinha a chance, arriscava para o gol. Aos 17’, Peu recebeu na entrada da área e soltou o pé, mas a bola saiu pela direita sem oferecer perigo ao gol do Jacaré.

Sem pressa e administrando a vantagem, o esquadrão tocava a bola buscando achar os espaços e sair em velocidade.  Aos 24’, Zé Love ganhou da marcação e bateu cruzado, mas o arqueiro alviverde ficou com a bola.

Precisando o resultado, a equipe da casa começou a se lançar mais ao ataque. Com 30 minutos de bola rolando, Wallace desviou um cruzamento e Fernando Henrique se esticou para buscar a bola no cantinho. Dois minutos depois, Andrei Alba bateu uma falta de longa distância e mais uma vez o arqueiro do Jacaré apareceu bem para praticar a defesa.

Logo depois, foi a vez do esquadrão amarelo construir três boas chances. Aos 36’, Romarinho avançou pela esquerda e cruzou rasteiro. O zagueiro Gustavo Henrique desviou contra a própria meta e Calaça jogou para escanteio. Dois minutos depois, Marcos Aurélio limpou a marcação e bateu por cima do gol. Aos 43’, Romarinho recebeu de Marcos Aurélio e arrematou por cima rente ao travessão.

Segunda etapa

O Gama voltou correndo contra o tempo, e logo chegou ao ataque. Aos três minutos, Nunes marcou, mas estava impedido. Em seguida, Peu cruzou na cabeça de Michel Platini, que testou para o alto.

Pressionando, a equipe alviverde criava boas chance, mas sem eficiência nas finalizações. Aos 9’, Peu descolou um lançamento longo para a área e por muito pouco Michel Platini não chegou para empurrar para o gol. No minuto seguinte, Nunes cabeceou com muito perigo por cima.

A pressão alviverde resultou em gol, aos 11 minutos. David Souza chutou e contou com um desvio da defesa para abrir o placar.

Após o gol, o Jacaré cresceu no jogo. Aos 20’, Zé Love bateu cruzado, mas a bola se perdeu pela meta esquerda. No lance seguinte, Douglas girou em cima da marcação, ajeitou e bateu bonito de fora. Calaça ainda tocou na bola antes de ela explodir no travessão.

Em um bate rebate dentro da área aos 30 minutos, o arbitro Sávio Sampaio marcou pênalti duvidoso de Rodrigo em Michel Platini. Nunes foi para a cobrança e converteu.

O Gama continuava pressionando atrás do resultado. Aos 35’, David Souza invadiu a área e bateu firme, mas o goleiro Fernando Henrique apareceu bem para fazer a defesa. No último lance do segundo tempo, Norton recebeu na entrada da área e carimbou o travessão. Savio Sampaio assoprou o apito pela última vez levando a decisão para os pênaltis.

Pênaltis

Nas cobranças de pênalti, o Jacaré começou bem com Zé Love e Douglas convertendo as duas primeiras cobranças da equipe. Na terceira cobrança, o zagueiro Rodrigo bateu para fora. Aldo converteu a cobrança seguinte, e na última penalidade, Sandy bateu no canto, mas Calaça fez a defesa.

Pelo lado do Gama, Michel Platini, Norton, Peu e Malaquias acertaram o alvo e decretaram o título da equipe alviverde.

 

FICHA TÉCNICA

GAMA 1  X 1 BRASILIENSE (4×3 nos pênaltis)

Campeonato Candango 2020 –  Final – Jogo de volta

29/08/2020, 16h, Estádio Bezerrão – Gama-DF

Árbitro: Savio Pereira Sampaio

A1: Daniel Henrique da Silva Andrade

A2: José Reinaldo Nascimento Junior

4º árbitro: Luiz Paulo da Silva Aniceto

GAMA

Calaça; David Souza (Gustavo Rambo), Gustavo, Emerson e Peu; Wallace, Andrei Alba (Felipe Werley) e Esquerdinha (Michel Platini); Everton, Vitor Xavier (Norton) e Nunes

Técnico: Vilson Tadei

Gols: David Souza (11’ 2T), Nunes (32’ 2T)

Cartões amarelos: Emerson, Nunes, Peu, Gustavo Henrique, Malaquias

BRASILIENSE

Fernando Henrique; Bruno Lima, Badhuga, Rodrigo e Fernandinho (Railan); Aldo, Esquerdinha e Marcos Aurélio (Douglas); Peninha (Fabinho), Romarinho (Sandy) e Zé Love.

Técnico: Márcio Fernandes

Cartões amarelos: Esquerdinha, Badhuga, Romarinho, Aldo, Douglas

Cartões vermelhos: Esquerdinha

André Gomes/Brasiliense FC