“Com o coração partido”, Rafinha chora ao se despedir do Flamengo – Brasiliensefc.com.br
com-o-coracao-partido-rafinha-chora-ao-se-despedir-do-flamengo

“Com o coração partido”, Rafinha chora ao se despedir do Flamengo

Rumo ao Olympiacos da Grécia, Rafinha concedeu entrevista coletiva nesta segunda-feira (17/8) para se despedir do Flamengo e da torcida. O lateral comentou sobre sua decisão, porquê escolheu deixar o Rio de Janeiro e se emocionou ao falar dos companheiros de time.

“Momento difícil para mim. Queria agradecer por tudo. Vim pelo desafio de tentar triunfar no Brasil e consegui. Isso que ficou. Vai ficar marcado. Realizei sonhos… campeão do Brasileiro e Libertadores. Com 34 anos ainda ter mercado na Europa é um prêmio. Meus companheiros são provas de que dei meu sangue. Alguns momentos fui para o sacrifício, principalmente quando tive a lesão no rosto. Vivi momentos que ficarão marcados”, recordou Rafinha.

“Agora chegou a hora de encarar mais um desafio. É uma decisão difícil, tive que pensar muito. Tomei decisão com o coração partido. Saio com a sensação de dever cumprido”.

Rafinha comemorou a chance de voltar a disputar a Liga dos Campeões. “Tenho poucos anos de carreira pela frente. Não é só pela parte financeira. Para mim, é um prêmio receber essa proposta com 34 anos e voltar a jogar a Champions.”


0

“É algo que envolve muita coisa, também da minha família. Recebi a proposta antes do jogo contra o Atlético-GO. Sabia que havia interesse de outros clubes, mas não do Olympiacos. Era meio-dia da quarta-feira, foi uma decisão difícil e muito rápida. Tenho família, tenho filhos e isso pesou muito na decisão”, explicou o jogador.

O dono da camisa 13 rubro-negra disputou 46 jogos, sendo 34 vitórias, sete empates e cinco derrotas. Como ele mesmo lembrou, ergueu muitas taças pelo Flamengo: Brasileirão, Libertadores, Carioca, Supercopa do Brasil e Recopa Sul-Americana. Rafinha não descartou voltar ao clube no futuro.

“Não sabemos o dia de amanhã. Vou, mas meu coração segue no Flamengo. Se for a vontade de Deus, quero voltar para jogar ainda.”

Substituto a caminho

O Flamengo está próximo de fechar acordo com o chileno Mauricio Isla para ocupar o espaço deixado por Rafinha. “Com certeza é um grande jogador. Procurei tirar informações dele, que jogou muito tempo com o Vidal na seleção chilena. Ele está vindo para um grande clube e também para passar (para ele) o que é o Flamengo. Tem muita experiência na Europa, está vindo para um dos maiores clubes do mundo, o maior do Brasil, campeão de tudo. Não há melhor referência”, analisou o agora lateral do Olympiacos.

O post “Com o coração partido”, Rafinha chora ao se despedir do Flamengo apareceu primeiro em Metrópoles.