Brasiliense vence o Luziânia e está na semifinal do Candangão – Brasiliensefc.com.br
brasiliense-vence-o-luziania-e-esta-na-semifinal-do-candangao

Brasiliense vence o Luziânia e está na semifinal do Candangão

brasiliense-vence-o-luziania-e-esta-na-semifinal-do-candangao

Na manhã deste domingo (16), o Mané Garrincha recebeu a partida de volta das quartas de final do Candangão, entre Brasiliense x Luziânia. O primeiro jogo terminou empatado em 0x0, e um novo empate daria a classificação para a equipe amarela. Em um jogo aberto, especialmente no primeiro tempo, o Jacaré conseguiu sair com a vitória e a vaga na próxima fase. Badhuga e Marcos Aurélio marcaram para o time da casa. Weberthi Titico descontou para o Luziânia.

O Brasiliense agora aguarda o vencedor do confronto entre Real Brasília x Capital, que jogam às 15h30 deste domingo, no Estádio Defelê, para conhecer o adversário das semi finais.

Jogo intenso

O ritmo do jogo começou bem diferente da partida de volta. Logo com três, o Jacaré criou a primeira chance de gol. Dentro da área, Badhuga encheu o pé e carimbou a trave esquerda. O Luziânia respondeu aos nove minutos, no belo chute de fora do atacante Weberthi Titico, que parou nas mãos de Fernando Henrique.

A partir dos 10 minutos, a equipe amarela passou a dominar o jogo. Marcos Aurélio arriscou de longe no meio do gol, e Matheus Lorenzo defendeu sem dificuldades. Aos 21’, Marcos Aurélio cobrou uma falta e mais uma vez parou na defesa do arqueiro do Luziânia

O domínio do Brasiliense logo resultou em gol. Aos 21’, Marcos Aurélio bateu o escanteio na medida para Badhuga cabecear e abrir o placar para o Jacaré.

Marcos Aurélio era o jogador mais acionado pelo lado do Jacaré. Aos 29’, o meia  recebeu pela direita e arriscou de fora,  acertando a trave. No lance seguinte, Zé Love pela direita chutou para fora.

Precisando da vitória, o Luziânia cresceu na partida, após da pressão do Jacaré. Aos 35’, Cleiton de longe chutou por cima do gol. Três minutos depois, Titico chutou no meio do gol, sem problemas para a defesa de Fernando Henrique.

Aos 43’, o Brasilense criou uma chance de ouro para ampliar a vantagem. Marcos Aurélio lançou Peninha em profundidade. O ponta saiu cara a cara com Matheus Lorenzo e acabou chutando em cima do arqueiro. Dois minutos depois, a equipe azul respondeu balançando a rede. Allanzinho cruzou pela ponta direita e Titico cabeceou para empatar o jogo.

Segundo tempo mais cadenciado

A volta do intervalo quebrou a intensidade do primeiro tempo. As equipes tocavam bola buscando achar espaços, mas sem agressividade. A primeira chance foi criada pelo Luziânia. Vitinho recebeu na entrada da área e chutou firme e o lateral Fernandinho desviou. O Jacaré respondeu dois minutos depois. Romarinho arrancou pela esquerda e bateu rasteiro para fora.

Aos 32’, o Brasiliense saiu tabelando em um contra golpe rápido.  Romarinho triangulou com Neto Baiano, que achou Peninha dentro da área, mas a zaga tirou no momento da finalização. Aos 36’, Goduxo recebeu de frente para o gol e bateu no cantinho com muito perigo.

Em mais uma jogada de velocidade, Romarinho invadiu a área e foi derrubado por João Pedro. O arbitro Emanoel Ramos assinalou o pênalti. Marcos Aurelio foi para a cobrança dois minutos depois, e converteu, sacramentando a classificação do Jacaré.

FICHA TÉCNICA

BRASILIENSE 2 X 1 LUZIÂNIA

Campeonato Candango 2020 –  Quartas de final – Jogo de volta

16/08/2020, 11h, Estádio Mané Garrincha – Brasília-DF

Árbitro: Emanoel Ramos

A1: Marconi Gonçalo

A2: Milton Jerônimo Alves

4º árbitro: Matheus Moraes

BRASILIENSE

Fernando Henrique; Sandy (Railan), Rodrigo, Badhiuga e Esquedinha (Fernandinho); Aldo, Bruno Lima, Peninha (Renatinho) e Douglas (Neto Baiano); Zé Love (Romarinho) e Marcos Aurélio.

Técnico: Marcinho Fernandes

Gols: Badhuga (21’ 1T) e Marcos Aurélio (40’ 2T)

LUZIÂNIA

Matheus Lorenzo, Cleiton, Santiago, Lucio e Goduxo; Juninho, Matheus Lacerda (João Pedro) e Allanzinho; Kelvin, Weberthi Titico e Lucas Silva (Gabriel Marreta)

Técnico: Sebastião Rocha

Gols: Weberthi Titico (45’ 1T)

 

André Gomes/Brasiliense FC