Brasileiros agitam o mercado de transferências na Europa – Brasiliensefc.com.br
brasileiros-agitam-o-mercado-de-transferencias-na-europa

Brasileiros agitam o mercado de transferências na Europa

Com a maioria dos campeonatos nacionais se encerrando, os times europeus começam a focar no planejamento para a próxima temporada. Ao lado de nomes cobiçados que estarão em novos times na próxima temporada — como Timo Werner, Leroy Sané e Hakim Zyech –, estão brasileiros altamente cobiçados.

O volante Arthur, ex-Grêmio, por exemplo, foi o segundo jogador mais caro a ser negociado nesse período, só ficando atrás de Victor Osimhen, que trocou o Lille pela Napoli por 73.2 milhões de Euros. Por 66 milhões de euros, o brasileiro trocou o Barcelona pela Juventus, uma negociação que ainda contou com Miralem Pjanic deixando a Velha Senhora para ir à Espanha.

Ao pagar esse alto valor por Arthur, a Juventus aposta mais em seu potencial do que no que o brasileiro tem apresentado em campo. Desde que chegou à Europa em 2018, o volante não conseguiu repetir no Barcelona as boas atuações no Grêmio que o levaram à Seleção Brasileiro. No clube catalão, houve relatos sobre sua atitude e falta de comprometimento. Aos 23 anos, no entanto, o jogador tem tempo de sobra para dar a volta por cima.

Em situação semelhante à de Arthur, está Phillipe Coutinho. O jogador foi um dos meias mais cobiçados do mundo em seus dias de Liverpool, sendo vendido ao Barcelona por 145 milhões de euros em 2018. Ao lado de Messi e Suárez, no entanto, o jogador não conseguiu repetir com a dupla a mesma química do compatriota Neymar. O Barcelona tentou vendê-lo, mas devido ao alto valor pedido, não conseguiu compradores.

A solução foi emprestá-lo ao Bayern de Munique, onde novamente teve um rendimento abaixo das expectativas. Sem futuro também na Alemanha, o empresário Kia Joorabchian afirma que os principais times ingleses estão interessados no futebol de Coutinho. O valor, no entanto, será muito mais “humilde”: segundo o site Transfermarkt, o valor atual de seu passe está em 56 milhões de euros.

Também na Inglaterra, outro brasileiro também tenta dar continuidade à sua carreira na Europa. Há sete anos no Chelsea, Willian, aos 31 anos, pediu mais três anos para renovar com os Blues. No entanto, a política do clube é não acertar vínculos por mais de duas temporadas com “trintões”.

Apesar de ter feito uma excelente reta final de Premier League, Willian e Chelsea seguirão por caminhos distintos. O brasileiro despertou interesse de diversos clubes pelo mundo, incluindo o Inter Miami, de David Beckham, mas ele não deve ir tão longe. As negociações para assinar com o Arsenal, também de Londres, estão avançadas.

O post Brasileiros agitam o mercado de transferências na Europa apareceu primeiro em Metrópoles.