Brasiliense entra em acondo com cinco atletas para deixarem a equipe – Brasiliensefc.com.br
brasiliense-entra-em-acondo-com-cinco-atletas-para-deixarem-a-equipe

Brasiliense entra em acondo com cinco atletas para deixarem a equipe

brasiliense-entra-em-acondo-com-cinco-atletas-para-deixarem-a-equipe

Mesmo com a paralisação dos campeonatos de futebol devido a pandemia do novo coronavírus, a diretoria do Brasiliense Futebol Clube segue trabalhando na reformulação do elenco para a continuidade da temporada. Buscando moldar o plantel ao estilo de jogo do treinador Márcio Fernandes, o clube entrou em comum acordo com cinco atletas para deixarem a equipe. São eles: os atacantes Edno e Júlio Magalhães; os laterais Chales e Guilherme; e o meia Fernando Pires.

Históricos com a camisa do Jacaré

Dos cinco atletas, Edno foi o que mais vestiu a camisa do clube. Contratado em maio de 2019, o atacante somou dez partidas disputadas e um gol marcado. Na atual temporada o jogador disputou três jogos, todos vindos do banco. Com a ampla concorrência no setor ofensivo do time, Edno acabou perdendo espaço com Márcio Fernandes.

Pedidos do ex-treinador Mauro Fernandes, os atletas Fernando pires, Júlio Magalhães, Guilherme e Charles também perderam espaço devido a concorrência. Contratados em outubro de 2019, os jogadores foram pouco aproveitados pela comissão técnica de Mauro e também pela atual comissão. O lateral esquerdo Charles foi o único que entrou em campo em uma partida oficial, na vitória por 2×0 contra o Sobradinho, pela abertura do Candangão 2020.

As rescisões dos atletas já foram publicadas no Boletim Informativo Diário (BID), da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Volta aos gramados

Neste sábado, faz exatamente um mês da goleada por 8×0 contra o Paranoá, pela 11ª rodada do Candangão. Essa foi a última partida disputada pelo Brasiliense na temporada 2020.

A previsão de volta do Candangão, de acordo com o decreto publicado pelo GDF no último dia 1º de abril, seria na segunda quinzena de maio. Já sobre a Série D, a CBF continua sem previsão de quando as competições nacionais retornarão.

André Gomes/Brasiliense FC