Zé Love decide mais uma vez e Brasiliense supera Real Brasília fora de casa – Brasiliensefc.com.br
ze-love-decide-mais-uma-vez-e-brasiliense-supera-real-brasilia-fora-de-casa

Zé Love decide mais uma vez e Brasiliense supera Real Brasília fora de casa

ze-love-decide-mais-uma-vez-e-brasiliense-supera-real-brasilia-fora-de-casa

Reinaugurando o estádio mais antigo do Distrito Federal, o Brasiliense se deslocou até a cidade da Vila Planalto e enfrentou o Real Brasília no Ciro Machado – Defelê, pela sétima rodada do Campeonato Candango. Com o estádio cheio e uma bonita festa, o Jacaré demonstrou mais oportunismo, diante de uma partida equilibrada e venceu pelo placar de 1 a 0, gol marcado pelo atacante Zé Love, ultrapassando o Leão do Planalto e chegando agora na vice-liderança da competição.

Equilíbrio no primeiro tempo

Em um gramado um pouco encharcado, após uma forte chuva que caiu na Vila Planalto, o jogo se iniciou de forma rápida e corrida para os dois lados. Insistindo nas jogadas de ataque, o primeiro lance de perigo aconteceu aos 11 minutos, a favor do Real. Matheus recebeu pela esquerda e bateu forte cruzado, obrigando Edmar Sucuri a fazer uma linda defesa no chute rasteiro.

Controlando o jogo, o Brasiliense tocava mais a bola e equilibrava as ações adversárias. Com o meio campo dinâmico, a bola saía para as laterais com facilidade, ocasionando bons cruzamentos e quase fazendo o Jacaré abrir o placar, com Badhiuga, aos 24 minutos, que escorou de cabeça e fez Léo Rodrigues executar boa defesa.

O tempo ia passando e as duas equipes não conseguiam abrir o placar. Sem tanto trabalho para os dois goleiros, Brasiliense e Real Brasília se aproximavam das metas, rodando a bola e insistindo nas infiltrações na defesa. E mais uma vez, o Leão do Planalto assustou com Dedê, que avançou pela direita e bateu cruzado para boa defesa de Sucuri.

Oito minutos parado

No início da primeira etapa, uma situação inusitada aconteceu no Defelê e que fez a partida pausar por alguns minutos. Aos 12′, a partida foi paralisada cerca de oito minutos, devido a protestos que a torcida fez contra o árbitro Christiano Gayo, por conta da situação ocorrida na eliminação do Jacaré na Copa do Brasil. Algumas faixas estavam estendidas no alambrado e o juiz só reiniciou a partida após todas serem retiradas

No apagar das luzes… Zé Love decide

Aos 45 minutos, a arbitragem acabou dando 11 minutos de tempo extra. Quando tudo se encaminharia para um primeiro tempo sem gols, Zé Love, mais uma vez apareceu e foi decisivo. Nos 50 minutos, Manoel recebeu a bola pelo lado direito e cruzou forte para o meio da área. O goleiro Léo acabou falhando e a bola sobrou na cabeça de Zé Love, que mandou para a rede, abrindo o placar e marcando seu terceiro gol no candangão.

Segundo tempo com final emocionante

Sem tantas oportunidades para ambos os lados, o segundo tempo não teve excesso de lances perigosos. O jogo equilibrado, fazia o duelo ficar corrido e movimentado. Buscando ações dentro de campo, os dois treinadores começaram a realizar mudanças e mudar a estrutura tática para mudar o placar.

Porém, mesmo com as alterações, as oportunidades claras de gol foram surgir apenas na reta final de partida, a partir dos 35 minutos e todas com a favor do Real. A primeira oportunidade saiu dos pés de Wisman, que recebeu pela esquerda e mandou uma bola na trave, após leve desvio de Edmar Sucuri.

A partir daí, o Leão do Planalto tentava mais do que tudo chegar ao gol do empate, deixando o torcedor no Defelê apreensivo. Porém, entre jogadas de perigo e bate e rebate dentro da área, a defesa do Jacaré se consagrou e conseguiu segurar o resultado, garantindo três importantes pontos e fazendo o Brasiliense chegar na vice-liderança do Candangão 2020.

Desafio contra o Unaí em casa

Agora tranquilizado com esta vitória, o Jacaré terá pouco tempo para trabalhar, porque a próxima partida será na próxima quarta-feira (04), às 15h30, contra o Unaí, na Boca do Jacaré. O duelo será válido pela oitava rodada da competição local e caso o Brasiliense vença, já garante a classificação para a próxima fase do Candangão.

FICHA TÉCNICA

REAL BRASÍLIA 0 X 1 BRASILIENSE

Campeonato Candango 2020 – 1ª fase – 7ª rodada

01/03/2020, 15h30, Estádio Ciro Machado – Defelê, Vila Planalto-DF

Árbitro: Marcos Antônio

A1: Lucas Guerra

A2: Lucas Modesto

4º árbitro: Maricleber Gois

REAL BRASÍLIA

Léo Rodrigues, Dedê, Perivaldo, Sandro (Léo Carioca) e Léo Campos; Robinho, Castro Jr., Davi Ceará (Wisman) e Matheus; Gilvan e Dim (Jr. Chicão).

Técnico: Buião

Cartões amarelos: Wisman e Buião

BRASILIENSE

Edmar Sucuri, Alex Murici, Rafael Donato (Preto Costa), Badhiuga e Fernandinho; Aldo, Romário, Marcos Aurélio (Romarinho) e Edno (Radamés); Zé Love e Manoel.

Técnico: Márcio Fernandes

Gols: Zé Love (50′ 1T)

Cartões amarelos: Murici, Badhiuga, Marcos Aurélio e Zé Love.

Lucas Bolzan

Jornalista BrasilienseFC.com.br