Pela última rodada da primeira fase, Brasilense goleia o Paranoá – Brasiliensefc.com.br
pela-ultima-rodada-da-primeira-fase-brasilense-goleia-o-paranoa

Pela última rodada da primeira fase, Brasilense goleia o Paranoá

pela-ultima-rodada-da-primeira-fase-brasilense-goleia-o-paranoa

Para encerrar a primeira fase com a confiança em alta, nada melhor do que uma goleada. A partida entre Brasiliense e Paranoá na tarde desta quarta-feira (18/03), que de início estava marcada para a Boca do Jacaré, foi realizada no CT do Brasiliense, devido as medidas de prevenção ao novo coronavírus (covid-19).

O esquadrão amarelo dominou amplamente o jogo, e saiu de campo com uma excelente vitória pelo placar de 8×0. Os tentos foram marcados por Zé Love (3 vezes), Peninha, Romário, Esquerdinha, Neto Baiano e Renatinho.

Ocupando a segunda colocação, o Jacaré agora aguarda o resultado do jogo entre Gama e Real Brasília (válido pela 10ª e que ainda não tem data para ser realizado) e o julgamento do Capital, por escalar um jogador irregular, para conhecer o adversário das quartas de final.

Pressão desde o início

Aproveitando o fator campo, o esquadrão amarelo começou buscando o ataque com intensidade. Com apenas dois minutos de jogo o placar já marcava 1×0. Railan fez boa jogada pela direita e rolou na medida para Peninha abrir o placar.

Após o gol, a defesa do Paranoá se fechou e resistiu a pressão do Jacaré. Os comandados de Mário Fernandes chegavam com muito volume, mas os lances de perigo eram esporádicos.

Com 41 minutos de bola rolando, a defesa Paranoá foi vencida. Romário tabelou com Zé Love e bateu no cantinho esquerdo do gol, ampliando a vantagem do Jacaré. Três minutos depois foi a vez de Zé Love marcar. O atacante recebeu um belo cruzamento de Railan e mandou para o fundo da rede.

Segundo tempo movimentado

A equipe do Paranoá voltou mais organizada para a segunda etapa. Logo aos dois minutos, Kaká arriscou de fora, anotando a primeira finalização dos visitantes no jogo. A resposta do Jacaré veio com gol. Fernandinho pela esquerda tocou para Neto Baiano, que dominou e bateu firme para marcar o quarto, aos 17′.

Após o gol, a Cobra Sucuri encaixou mais uma descida com Gardiel, mas a bola se perdeu pela linha de fundo. Novamente, o ataque do Jacaré respondeu com bola na rede. Aos 19 minutos, Manoel rolou para Zé Love, que bateu firme para fazer 5×0.

O treinador Cristão Pereira colocou o Paranoá para frente, enchendo o time de atacantes. Com isso, os espaços iam aparecendo e o Brasiliense construía com mais facilidade. A trave direita de Nilton evitou o sexto gol, no chute de Manoel aos 25′. Dois minutos mais tarde, Railan, mais uma vez, cruzou rasteiro e Zé Love, bem posicionado na pequena área, chegou para ampliar.

Dominando a faixa central do campo e recuperando a bola com agilidade, a equipe amarela sufocava o adversário. Em uma excelente jogada ensaiada em cobrança de falta, Esquerdinha recebeu dentro da área e bateu com precisão para anotar o sétimo gol, com 37′ jogados.

Estreia com brilho

Aos 44, Zé Love foi derrubado dentro da área e o árbitro Alysson de Souza marcou pênalti. O estreante Renatinho pediu para ser o responsável pela cobrança e não desperdiçou. Primeiro gol do atacante com o manto do Jacaré. No último minuto, Edmar Sucuri, que foi pouco exigido no jogo, fez uma defesa espetacular no chute a queima roupa de Gardiel.

Pausa nas atividades

Na tarde da última terça-feira (17/03), a Federação de Futebol do Distrito Federal (FFDF), seguindo recomendações da CBF, publicou a portaria 05/2020, que suspende o Candangão, após o término da 11ª, por tempo indeterminado. A ação engloba as medidas de prevenção ao covid-19.

Desta forma, o elenco do Brasiliense ganhará folga das atividades no CT até o próximo dia 30 de março. A exceção fica por conta do meia Douglas e do Renatinho, recém contratados; e do meia Marcos Aurélio e do zagueiro Rafael Donato, que voltam de lesão. Os quatro atletas continuam com os trabalhos durante esse período, com o enfoque de aprimorar o condicionamento físico.

Ficha técnica

Brasiliense

Sucuri; Railan, Preto Costa (Bruno Oliveira), Badhuga e Fernandinho; Romário, Peninha e Esquerdinha; Manoel (Lorran), Zé Love e Neto Baiano (Renatinho).
Técnico: Mário Fernandes

Gols: Peninha (2′ 1T), Romário (41′ 1T), Zé Love (44′ 1T, 19′ 2T e 27′ 2T), Neto Baiano (17′ 2T), Esquerdinha (37′ 2T) e Renatinho (44′ 2T)

Paranoá

Nilton; Vitor, Fábio, André Gomes (Wanderson) e Francisco; Neves, Hélio Júnior (Leonardo) e Douglas Silva; Ivan, Kaká e Gutemberg (Gardiel).
Técnico: Cristóvão Pereira

Cartões amarelos: Vitor

Por André Gomes

 

previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider