Placar sobre o Ceilandense entra na lista de maiores goleadas do Candangão – Brasiliensefc.com.br
placar-sobre-o-ceilandense-entra-na-lista-de-maiores-goleadas-do-candangao

Placar sobre o Ceilandense entra na lista de maiores goleadas do Candangão

placar-sobre-o-ceilandense-entra-na-lista-de-maiores-goleadas-do-candangao

A goleada do último domingo (09/02), sobre o Ceilandense por 8 a 0, no estádio Abadião, acabou virando um fator histórico para o Jacaré e para as estatísticas do Candangão. O excelente resultado acabou entrando para a lista de maiores goleadas da competição local.

Em sua 43ª edição, o Candangão em toda a sua história, teve 18 goleadas acima dos 8 a 0. Fator que não ocorria desde 2003, o Brasiliense conseguiu o feito mais uma vez, sacramentando mais ainda o nome na história do torneio.

Confira as maiores goleadas do Candangão da primeira divisão:

1959 – Grêmio 8 x 2 Coenge
1960 – Guará 11 x 1 Industrial
1960 – Edilson Mota 11 x 0 Sobradinho
1960 – Defelê 8 x 0 Pederneiras
1960 – Guará 10 x 0 Pederneiras
1961 – Alvorada 9 x 1 Sobradinho
1961 – Rabello 12 x 0 Sobradinho
1961 – Planalto 9 x 1 Sobradinho
1962 – Colombo 10 x 0 Presidência
1966 – Flamengo 3 x 8 Luziânia
1968 – Defelê 9 x 0 Colombo
1968 – Rabello 10 x 0 Cruzeiro do Sul
1974 – Unidos de Sobradinho 8 x 0 Relações Exteriores
1985 – Sobradinho 10 x 0 Planaltina
1985 – Gama 8 x 0 Planaltina
1993 – Tiradentes 8 x 0 Samambaia
2003 – CFZ 10 x 1 Sobradinho
2020 – Brasiliense 8 x 0 Ceilandense

Primeira vez, um 8 a 0…

O Brasiliense nunca havia feito 8 a 0 em uma competição local da primeira divisão. A única vez que a equipe conseguiu o feito, foi no ano de 2000, mas na segunda divisão, quando aplicou o mesmo resultado sobre o Valparaíso.

Buscando mais ainda o passado do clube, a maior goleada de toda a história do Jacaré, foi em 2004, na Taça Brasília, onde a equipe fez incríveis 12 x 0 sobre o Dom Pedro.

Na elite do futebol candango, as últimas goleada com um número avançado de gols, foi um 7 a 0 contra o Brazlândia, em 2003 e também um 7 a 0 em cima do Dom Pedro, em 2012.

Lucas Bolzan

Jornalista BrasilienseFC.com.br