Brasiliense engole Ceilandense e aplica 8 a 0 no Abadião – Brasiliensefc.com.br
brasiliense-engole-ceilandense-e-aplica-8-a-0-no-abadiao

Brasiliense engole Ceilandense e aplica 8 a 0 no Abadião

brasiliense-engole-ceilandense-e-aplica-8-a-0-no-abadiao

Um dia que jamais será esquecido. O Brasiliense acordou cedo para enfrentar o Ceilandense neste domingo (09/02), no estádio Abadião em Ceilândia. Em uma partida histórica, com o Jacaré marcando três gols em menos de 10 minutos e com cinco gols marcados por um só jogador, o esquadrão amarelo aplicou uma sonora goleada por 8 a 0, se animando e se empolgando pela busca da ponta da tabela no Candangão 2020.

Chuva de gols no primeiro tempo

Começando a partida a todo o vapor, o Brasiliense não deu tempo nem para o adversário respirar e já abriu o placar no Abadião. Após jogada pela direita, Romarinho aproveitou com oportunismo o rebote do goleiro Willian e mandou para a rede.

O gol deixou o Romarinho empolgado na partida. Logo em seguida, o atacante já recebeu um belo passe de Marcos Aurélio e ficou de cara a cara com o goleiro, que conseguiu interceptar o drible e a finalização. Mas, na terceira oportunidade, Romarinho, mais uma vez colocou a bola na rede. Após receber belo passe na entrada da área, o jogador encheu o pé e mandou um belo chute no ângulo de Willian, que nada pode fazer.

E a bola na rede continuava. o Brasiliense, com total posse, seguia pressionando e conseguiu um escanteio. Na cobrança, aos nove minutos, Peninha cobrou fechado e o lateral Estevão mandou contra o patrimônio, ocasionando o terceiro gol do Jacaré, em menos de 10 minutos de partida.

Mas o Jacaré não parava. Três minutos depois, Neto Baiano recebeu a bola pelo lado direito, ganhou da marcação e mandou na medida para Peninha, que dominou no peito e fuzilou para a rede, marcando o quarto gol da partida e a favor do Brasiliense.

Controlando o jogo, o Brasiliense tocava a bola com tranquilidade e mantinha o controle do jogo, dominando a partida de forma total. E no ritmo, acabou chegando ao quinto gol, que começou com uma cobrança de falta, cobrada por Marcos Aurélio, que fez o goleiro Willian bater roupa e deixar a bola nos pés de Romarinho, fazendo seu terceiro gol na partida e o quinto do Brasiliense no placar.

Mesmo chegando na reta final do primeiro tempo, o Jacaré não parava de pressionar e acabou chegando ao sexto gol nos 40 minutos, mais uma vez com Romarinho, que, sempre posicionado na pequena área, aproveitou mais uma falha do goleiro Willian e mandou para a meta adversária, assim encerrando o primeiro tempo com uma sonora goleada a favor do esquadrão amarelo.

Controle do resultado e da vitória

Mudando um jogador no segundo tempo – tirando Marcos Aurélio e colocando Edno -, o treinador Mauro Fernandes, viu um Brasiliense agressivo, mas sem tantas finalizações como no primeiro tempo. Buscando o gol, o Jacaré esbarrava na fechada defesa do Ceilandense, sem conseguir imprimir a mesma quantidade de finalizações quanto no início da partida.

O tempo ia passando e o gol não saía. O Ceilandense totalmente defensivo, impedia do Brasiliense buscar o sétimo gol. Esse tipo de situação, acabou deixando o jogo mais apático, obrigando os dois treinadores realizarem substituições.

Porém, quando o jogo estava chegando na reta final, a bola na rede acabou acontecendo no segundo tempo. Aos 39 minutos, Manoel recebeu pela esquerda e cruzou na medida para Romarinho, que de peito, apenas escorou a bola para o fundo da rede, chegando em uma marca histórica, marcando cinco gols em uma mesma partida e o sétimo do Jacaré no jogo.

No apagar das luzes, onde tudo se encaminhava para os 7 a 0, o Brasiliense chegou com perigo mais uma vez e acabou marcando o oitavo. Manoel dominou a bola dentro da área e tocou para Romarinho, quem em um belo passe, deixou Edno livre para finalizar e fechar o placar no Abadião, com uma histórica goleada por 8 a 0.

Próximo desafio: Ceilândia

O próximo desafio do Brasiliense no Candangão, será uma partida válida pela terceira rodada. Na próxima quarta-feira, dia 12, às 15h30, na Boca do Jacaré, o esquadrão terá pela frente, o Ceilândia. A partida, que era para ter sido disputada semana passada, foi adiada por conta da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA

CEILANDENSE 0 X 8 BRASILIENSE

Campeonato Candango 2020 – 1ª fase – 4ª rodada

09/02/2020, 10h30, estádio Abadião, Ceilândia-DF

Árbitro: Almir Camargo

A1: Lucas Guerra

A2: Gilbert Hávila

4º árbitro: Rafael Tosta

CEILANDENSE

Willian, Estevão, Índio, Anderson Nascimento e Lucas Emanuel; Mário (Michael), Da Silva (João Victor), Giuseppe e Albertino; Daniel e Henrique (Welton).

Técnico: Edson de Souza

BRASILIENSE

Edmar Sucuri, Alex Murici, Rafael Donato, Badhiuga e Gleissinho; Aldo, Esquerdinha, Peninha (Manoel) e Marcos Aurélio (Edno); Romarinho e Neto Baiano (Wallace).

Técnico: Mauro Fernandes

Gols: Romarinho (1′ 1T/4′ 1T/31′ 1T/40′ 1T e 37′ 2T), Peninha (9′ 1T/12′ 1T) e Edno (45′ 2T).

Lucas Bolzan

Jornalista BrasilienseFC.com.br