Brasiliense toma gol no final e encerra série de amistosos com empate – Brasiliensefc.com.br
brasiliense-toma-gol-no-final-e-encerra-serie-de-amistosos-com-empate

Brasiliense toma gol no final e encerra série de amistosos com empate

brasiliense-toma-gol-no-final-e-encerra-serie-de-amistosos-com-empate

Foto: Nubia Alves/Vila Nova F. C.

No último teste antes da estreia no Candangão 2020, o Brasiliense foi até o Centro de Treinamento Marconi Perillo, em Goiânia, enfrentar o Vila Nova-GO. Em um duelo disputado e com muitas chances aproveitadas pelo Jacaré, o Jacaré até abriu o placar, com gol marcado pelo meia Marcos Aurélio, mas acabou tomando o empate na reta final, com o gol de Dimba, fechando a série de amistosos da equipe na era Mauro Fernandes, com cinco vitórias, uma derrota e um empate na série de sete amistosos disputados.

Primeiro tempo positivo

Repetindo a formação da última partida contra o Goianésia, com apenas uma alteração – Peninha no lugar do Edno -, o Brasiliense mais uma vez entrou em campo de forma envolvente, sem sentir a pressão de estar jogando em mando adversário. Pressionando desde o primeiro minuto de jogo, o Jacaré conseguiu abrir o placar aos 12 minutos, através de bola parada. Marcos Aurélio, pelo lado esquerdo, cruzou a bola para a área, em cobrança de falta e enganou o goleiro Fabrício, que apenas viu a bola bater na trave e balançar a rede.

Após o gol, o Brasiliense soube dominar a partida. Mantendo a posse de bola, o Jacaré pouco se assustou com as chegadas do Vila Nova. Nas duas oportunidades em que os goianos chegaram com perigo, Edmar Suruci estava atento para salvar a equipe amarela de tomar o empate.

A movimentação dos jogadores, agradava o treinador Mauro Fernandes, que pouco questionou seus jogadores na beira de campo. Neste ritmo, o Brasiliense levou o resultado positivo até o final do primeiro tempo.

Empate na reta final

Mauro Fernandes voltou para o segundo tempo com apenas uma alteração, tirando Fernando Pires e colocando Aldo. A movimentação da equipe continuou no mesmo ritmo, com o Brasiliense puxando as jogadas mais perigosas, mas desta vez, sem perigo nas finalizações.

No passar do tempo, o cansaço batia nos jogadores. O Jacaré, confiante para garantir o resultado, segurava o Vila Nova fazendo muitas faltas. A partir das paradas, os dois treinadores realizavam substituições e mudavam a estrutura tática de ambas equipes.

As mudanças acabaram satisfazendo o Vila Nova, que na reta final da partida obteve mais pressão e também através da bola parada chegou ao empate aos 39 minutos. Marquinhos levantou a bola na área e encontrou a cabeça de Dimba, que desviou de costas e encobriu Sucuri, empatando a partida.

Depois dos 45 minutos, o jogo ficou quente. O Brasiliense querendo sair vitorioso, pressionava, mas esbarrava na forte marcação adversária, que puxava os contra ataques e tentavam a virada. Mas, mesmo com o clima mais pegado, a partida terminou empatada, encerrando a pré-temporada de amistosos do Jacaré, antes do Candangão 2020.

Próxima meta: candangão

Foram sete jogos, desde setembro, na era Mauro Fernandes. O aproveitamento foi positivo, com cinco vitórias, um empate e uma derrota, satisfazendo o treinador nessa campanha toda na pré-temporada. Com o fim dos amistosos, o Brasiliense terá mais uma semana de trabalhos, antes do jogo de estreia contra o Sobradinho, no próximo dia 25. Sem amistosos agendados, a equipe agora usará os jogos passados como lição para corrigir alguns erros e estar totalmente moldado, na busca de iniciar a competição local de forma positiva.

Confira o time do Brasiliense no amistoso:

Edmar Sucuri; Carlinhos, Rafael Donato, Badhiuga e Charles (Gleissinho); Fernando Pires (Aldo), Romário, Peninha (Esquerdinha) e Marcos Aurélio (Sandy); Romarinho (Lorran) e Zé Love (Neto Baiano).

Lucas Bolzan

Jornalista BrasilienseFC.com.br