Mauro Fernandes leva retrospecto positivo para a nova temporada – Brasiliensefc.com.br
mauro-fernandes-leva-retrospecto-positivo-para-a-nova-temporada

Mauro Fernandes leva retrospecto positivo para a nova temporada

mauro-fernandes-leva-retrospecto-positivo-para-a-nova-temporada

Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás E. C.

Comando novo, novas metas e objetivo mantido, que é voltar para os maiores times do Brasil. A chegada do treinador Mauro Fernandes no Brasiliense, mostram novos ares nas metas da equipe para 2020. O profissional, que teve duas passagens pelo Jacaré, nos anos de 2004 e 2009/2010, chega para 2020, buscando resgatar o espírito vencedor e de positividade, que teve principalmente na primeira passagem, quando projetou o time ao auge do futebol nacional.

Analisando os dados, foi feito um resgate sobre o retrospecto do treinador com a camisa do Brasiliense, durante essas duas passagens.

Primeira passagem positiva e vitoriosa

No final do ano de 2003, Mauro Fernandes chegou ao Brasiliense com o mesmo objetivo para a temporada do ano que vem: consolidar a equipe com o título candango e tentar um acesso de divisão nacional. “Recém-nascido”, o Brasiliense acabou sendo montado com um time competitivo nas mãos do treinador e acabou fazendo um candangão inesquecível, se tornando o primeiro título do clube na elite do DF.

Com uma campanha de 11 vitórias, 3 empates e uma derrota apenas, Mauro Fernandes obteve um aproveitamento de 70% na competição, levando esse mesmo projeto para a série B do ano.

Já na segunda divisão nacional, Mauro Fernandes comandou a equipe durante 16 jogos. O aproveitamento foi empolgante, de 72,9%, com 10 vitórias, 5 empates e uma derrota. Porém, o treinador acabou deixando o cargo na reta final da competição para Edinho Nazareth, que com uma base sólida, conquistou o título e o acesso a elite do futebol brasileiro.

Além das duas competições, Mauro Fernandes ainda disputou a Copa do Brasil, passando até a segunda fase, quando foi eliminado pelo Goiás. O aproveitamento acabou sendo de 50%, sem nenhuma derrota, mas com apenas uma vitória e três empates.

Volta após cinco anos

Em 2009, Mauro Fernandes voltou ao Brasiliense para uma missão difícil, que era salvar o time do rebaixamento para a terceira divisão nacional. Assumindo o time na 37ª rodada da série B, o Jacaré venceu os dois jogos que faltavam (Bragantino e Vila Nova-GO) e se salvou da degola.

O comandante foi mantido para o candangão 2010. Porém, acabou saindo na quinta rodada, com um aproveitamento abaixo do esperado, em cinco jogos, com apenas uma vitória, dois empates e duas derrotas, dando vaga para Roberto Fernandes.

No total, aproveitamento satisfatório

Em toda passagem pelo Brasiliense, Mauro Fernandes somou 25 vitórias, 13 empates em 4 derrotas em 42 jogos. Os números mostram que a qualidade ofensiva é fundamental para o treinador, quem tem essa característica de armar uma equipe que vai para cima do adversário e que pode virar um fator igual para que esse desempenho seja repetido na temporada do ano que vem.

Lucas Bolzan

Jornalista BrasilienseFC.com.br