Balanço geral: Confira o aproveitamento do Brasiliense nesta temporada – Brasiliensefc.com.br
balanco-geral-confira-o-aproveitamento-do-brasiliense-nesta-temporada

Balanço geral: Confira o aproveitamento do Brasiliense nesta temporada

balanco-geral-confira-o-aproveitamento-do-brasiliense-nesta-temporada

Com o fim precoce da temporada 2019, o Jacaré agora entra em “férias forçadas”, buscando a renovação para o ano que vem, onde disputará, assim como esse ano, quatro competições, sendo uma local (candangão) e três nacionais (Copa do Brasil, Copa Verde e campeonato brasileiro da série D).

Na busca de fazer um balanço geral e analisar o desempenho geral do elenco na temporada, a reportagem apurou e calculou algumas estatísticas da equipe durante as quatro competições disputadas em 2019.

Candangão

O vice-campeonato local foi um balde de água fria na primeira competição disputada no ano. Com uma das melhores campanhas realizadas em toda a história, desde 2001, o Jacaré amargurou apenas três derrotas, nos 17 jogos disputados, com três empates e 11 vitórias, assegurando um desempenho de 70,5%, tendo 31 gols marcados e apenas 11 sofridos, inclusive batendo o recorde, sendo a equipe que passou mais tempo seguido sem tomar um gol, quando chegou a nove jogos seguidos sem ter a rede balançada.

Brasileirão série D

Com o objetivo do acesso, infelizmente a meta foi impedida de forma precoce, quando o time saiu da segunda fase da competição nacional. Líder do grupo, quando assumiu a liderança na última rodada, o Jacaré acabou sendo eliminado pelo Vitória/ES na fase seguinte, que já era eliminatória.

Porém, nos oito jogos que disputou, a equipe do DF teve um aproveitamento de 54,1%, empatando quatro partidas, vencendo três e perdendo apenas uma, que foi a que culminou na triste eliminação. A equipe só teve a rede balançada quatro vezes, enquanto marcou seis tentos durante a competição.

Copa Verde e Copa do Brasil

Essas outras duas competições também foram presentes no calendário do Jacaré esse ano. A primeira disputada, que foi a Copa do Brasil, acabou finalizada em apenas um jogo, quando o time empatou com o CRB/AL sem gols e por critério de regulamento, foi eliminado na partida realizada na Boca do Jacaré.

Já a Copa Verde, uma última competição que servia de último impulso na temporada, também acabou de forma precoce. Com um aproveitamento mais baixo, a equipe não conseguiu atingir nenhuma vitória e foi eliminada pelo Goiás na fase de oitavas de final, com um aproveitamento de três empates e uma derrota, em quatro jogos e fazendo apenas um gol, tomando quatro.

Aproveitamento total

Encerrando o ano com 30 jogos oficiais disputados, o aproveitamento da equipe amarela chegou a mais de 50%, apesar das eliminações nos confrontos mata-mata, – casos que aconteceram na série D e na Copa Verde, além do vice-campeonato candango -, obtendo uma porcentagem total de 58,8%, com 14 vitórias, 11 empates e apenas 5 derrotas.

Com um sistema defensivo consolidado, além do pouco número de derrotas, a equipe teve as redes balançadas poucas vezes, em relação ao número de jogos que disputou. A equipe tomou apenas 19 gols, com uma média de 1,57 gols por partida.

Lucas Bolzan

Jornalista BrasilienseFC.com.br