Aldo marca no final e Brasiliense arranca empate na Boca do Jacaré – Brasiliensefc.com.br
aldo-marca-no-final-e-brasiliense-arranca-empate-na-boca-do-jacare

Aldo marca no final e Brasiliense arranca empate na Boca do Jacaré

aldo-marca-no-final-e-brasiliense-arranca-empate-na-boca-do-jacare

Jogando mais uma vez na Boca do Jacaré, em Taguatinga, o Brasiliense entrou em campo na tarde deste sábado (01) para enfrentar a URT-MG em duelo válido pela quinta rodada do grupo A13 do campeonato brasileiro série D 2019.

Visando a classificação para a segunda fase da competição, o Jacaré, com uma vitória simples já garantiria vaga à fase mata-mata. E todo esse planejamento quase vira um balde de água fria e preocupação ao torcedor, pois Caio Wilker abriu o placar para o time mineiro no início do segundo tempo, deixando grande tensão no estádio. Mas Aldo, de cabeça marcou o gol de empate na reta final da partida, garantindo o empate salvador e a definição da classificação candanga na última rodada.

Primeiro tempo apático e zerado

Dentro de campo, as duas equipes com algumas alterações em relação a última partida, entraram em campo com a estratégia ofensiva em pauta. Naturalmente, principalmente pelo fato de jogar em casa, o Brasiliense manteve grande parte da etapa com a posse de bola.

Criando algumas jogadas pelas laterais, o Jacaré não tinha sucesso na finalização. Mesmo com a insistência das jogadas, o gol não saía. A equipe da URT, aproveitando os contra-ataques, chegou com perigo em algumas oportunidades, mas garantindo boas defesas de Edmar Sucuri.

O lance de maior perigo da primeira etapa saiu dos pés de David Manteiga. Aos 38 minutos, o volante recebeu na entrada da área e bateu forte de perna direita, cruzado e rasteiro, para excelente defesa do goleiro adversário Arthur, movimentando o final de um primeiro tempo sem grandes emoções e que terminou em 0 a 0.

Susto mineiro na segunda etapa e emoção no final

Voltando com a mesma equipe, o Brasiliense viu a URT dominar a partida na segunda etapa. A equipe mineira, em 10 minutos, finalizou quatro vezes ao gol de Edmar Sucuri, sendo duas, obrigando o arqueiro do Jacaré a realizar duas grandes defesas. A primeira na finalização de Caio Wilker aos dois minutos e outra na cobrança de falta de Júlio, explorando da elasticidade do goleiro candango.

A partir disso, o Brasiliense tentava neutralizar a partida, tocando a bola no meio-campo, procurando o gol. Mas, o URT continuava a pressionar nos contra-ataques e nas rápidas recuperações. E assim saiu o gol dos mineiros. Após uma jogada rápida pelo lado esquerdo, Caio Wilker, na marca do pênalti, com liberdade, mandou rasteiro, deslocando Sucuri, que só viu a bola entrar.

O gol, preocupou o treinador Ricardo Antônio, que começou a fazer modificações. As mudanças deram outra postura ao time do DF, voltando as claras oportunidades de gol. O ataque se demonstrou efetivo, principalmente com Maikon Leite e Edno, que insistiam nas finalizações, mas sem sucesso.

As grandes emoções ficaram para os dez minutos finais de jogo. Após insistência ofensiva, o Brasiliense chegou no gol de empate com Aldo aos 42 minutos, após Edno desviar de cabeça para o volante, que também de cabeça, mandou a bola para o fundo da rede.

O gol deixou a partida acelerada. Querendo de qualquer jeito sair de Brasília vitorioso, a URT quase marcou com Ingro, que, aos 45 minutos, finalizou forte para mais uma linda defesa de Edmar Sucuri. No apagar das luzes e no último contra-ataque amarelo na partida, Romarinho, sozinho, teve a oportunidade da virada, mas na hora da finalização, mandou a bola na trave, se lamentando e encerrando a partida no empate com um gosto diferente.

Edmar Sucuri: “Sabemos que podemos nos doar mais”  

Um dos grandes nomes da partida, Edmar Sucuri foi destaque por fazer três grandes defesas na partida. Triste por não ter saído de campo com a vitória, o arqueiro afirmou que a equipe pode se doar muito mais do que hoje.

“Sabemos que podemos dar muito mais do que jogamos hoje. Sabiamos que a URT vinha nessa postura e demoramos a entrar no jogo. Mas conseguimos o empate no final do jogo e vamos com tudo na última rodada”, ressaltou.

Definição na última rodada

O empate deixou o Brasiliense com 9 pontos e na segunda colocação do grupo, deixando o Ituano como líder isolado no grupo com 11, tendo em vista que a equipe paulista goleou o Serra-ES por 4 a 0.

Invicto no campeonato, o Brasiliense completará a primeira fase no próximo domingo (09), quando enfrentará o Serra-ES, pela última rodada. A partida será às 18h, no estádio Robertão, na cidade capixaba, tendo em vista que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), determina que todos os jogos da última rodada da primeira fase sejam disputados no mesmo dia e horário, para a definição dos confrontos da segunda fase da competição.

FICHA TÉCNICA

BRASILIENSE 1 X 1 URT-MG

Campeonato Brasileiro Série D 2019 – primeira fase – 5ª rodada

01/06/2019, 15h30, Boca do Jacaré, Taguatinga-DF

Público: 677 pagantes

Renda: R$ 3.420,00

Árbitro: Felipe Gomes da Silva/PR

A1: Luiz Souza Santos/PR

A2: Daniel Cotrim de Carvalho/PR

Quarto árbitro: Maguielson Lima/DF

BRASILIENSE

Edmar Sucuri, Alex Murici, Lúcio, Badhuga e Gleisinho; Aldo, David Manteiga (Maikon Leite), Fabinho e Almir (Peninha); Romarinho e Michel Platini (Edno).

Técnico: Ricardo Antônio

Gol: Aldo (42’/2T)

Cartões amarelos: Gleisinho

URT-MG

Arthur, Jean (Ewerton), Gladstone, Henrique e Cortez; Julio (Mirray), Derli e Caio Wilker (Júnior); Michel, Ingro e Gilson Café.

Técnico: Rodrigo Fonseca

Gol: Caio Wilker (20’/2T)

Cartões amarelos: Henrique, Caio Wilker, Gladstone

previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

Lucas Bolzan

Jornalista BrasilienseFC.com.br