Athletico Paranaense sofre, mas conquista a Copa Sul-Americana – Brasiliensefc.com.br
athletico-paranaense-sofre-mas-conquista-a-copa-sul-americana

Athletico Paranaense sofre, mas conquista a Copa Sul-Americana

Após acrescentar um “h” no nome, mudar o escudo e apresentar novo uniforme, o agora chamado Athletico Paranaense chega ao ponto mais alto de sua história e conquista seu primeiro título internacional: a Copa Sul-Americana. Na noite desta quarta-feira (12/12), o time paranaense venceu por 4 a 3, na cobrança de pênaltis, o Junior Barranquilla, da Colômbia, na Arena da Baixada (PR), na segunda partida da decisão do torneio, após empate no tempo normal. Com o resultado, a equipe brasileira também conquistou vaga na Conmebol Libertadores 2019.

Os gols foram de Pablo, pelo Athletico, ainda no primeiro tempo, e de Téo Gutiérrez, no início do segundo, em falha da defesa paranaense. O jogo seguiu para a prorrogação, quando, já na segunda etapa, o Barranquilla perdeu um pênalti. A partida foi, então, decidida na cobrança de pênaltis.

O trio que apitou a partida era chileno: o árbitro Roberto Tobar e os bandeiras Christian Schiemann e Claudio Rios. Roddy Zambrano, do Equador, foi o quarto árbitro e Julio Bascuñan (Chile), o árbitro de vídeo.

No último dia 12, o clube brasileiro fez a primeira partida da final contra o Junior Barranquilla, no estádio Roberto Meléndez, em Barranquilla, na Colômbia, e conseguiu um empate de 1 x 1.

O Athletico chegou à final da Sul-Americana após ter eliminado o argentino Newell’s Old Boys, o uruguaio Peñarol, o venezuelano Caracas e os brasileiros Bahia e Fluminense. Já o Junior teve que superar três argentinos (Lanús, Colón e Defensa Y Justicia) e um colombiano (o Santa Fe).