Home » Notícias » 2018 & Campeonato Candango

2018 Campeonato Candango
Com dois a menos, Brasiliense sofre gol no fim e empata no Candangão
VITOR DE MORAES - ESPECIAL PARA O METRÓPOLES
03/02/18 - 22h19
DANIEL FERREIRA/ METRÓPOLES

O Brasiliense chegou próximo da segunda vitória consecutiva no Campeonato Brasiliense, na tarde deste sábado (3/2), no Estádio Serra do Lago, mas acabou cedendo o empate no final da partida. Com 10 jogadores em campo - Radamés foi expulso aos 25 do segundo tempo -, o Jacaré conseguiu superar a pressão e fez 1 x 0, com Nunes, aos 37 do segundo tempo. Mas o goleiro Edmar Sucuri também foi expulso e, aos 48, o Luziânia empatou de pênalti.

Como já havia feito as três alterações, o técnico Rafael Toledo mandou o atacante Nunes vestir a camisa de goleiro. O camisa 9 chegou muito perto de alcançar o pênalti batido por Paranaguá, mas a bola passou rente à trave e entrou.

O Brasiliense chega aos quatro pontos, ao lado de Ceilândia e Paracatu. Neste domingo (4), a quarta rodada continua com Paranoá x Sobradinho, Bolamense x Paracatu, Real x Ceilândia e Formosa x Santa Maria. Na segunda (5), o Gama recebe o Samambaia.
Mais mudanças
Como tem acontecido desde o início do campeonato, o técnico Rafael Toledo entrou com uma nova formação, motivado pelas ausências dos lesionados Reinaldo e Luquinhas. O lateral-direito Cicinho, poupado, nem foi relacionado.

Toledo ainda procura o time ideal. Welton Felipe e Gerson ficaram no banco e deram lugar para Wallace e Mário. Elicarlos substituiu Reinaldo.

Luziânia e Brasiliense passaram boa parte dos primeiros 45 minutos tímidos, com alguns chutes de longe. Apenas dois momentos chamaram atenção do público: aos 34, quando Márcio salvou o clube goiano três vezes na mesma jogada, e aos 41, quando o Luziânia balançou a rede de Edmar Sucuri pelo lado de fora.

Os 45 minutos finais foram mais movimentados e empolgantes. Romarinho teve gol impedido aos 12, e, pouco depois, Radamés precisou derrubar Anjinho na entrada da área para o atacante do Luziânia não ficar cara a cara com Sucuri. A falta acabou na barreira do Jacaré.

Nunes esteve perto de ser o herói. Ele marcou o gol do time comandado por Toledo aos 37. Quando Sucuri foi expulso por derrubar Anjinho, o atacante vestiu a camisa de goleiro e quase defendeu o pênalti.

O Jacaré volta a jogar na próxima terça (6), às 20h15, contra o Oeste-SP, no Mané Garrincha. O duelo é válido pela primeira fase da Copa do Brasil.

Ficha

Luziânia (1)

Márcio; Clayton (Wisman), Perivaldo, Rodrigo e China; Castro, David, Índio e Gilmar; Paranaguá e Moisés (Anjinho)

Técnico: Jairo Araújo

Brasiliense (1)

Edmar Sucuri; Patrick, Wallace, Badhuga e Mário; Aldo, Radamés e Souza (Gabriel); Romarinho (Felipe Cirni), Elcarlos (Fabinho) e Nunes

Técnico: Rafael Toledo



Gol: Nunes, aos 37, e Paranaguá, aos 48 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos: Gilmar (Luziânia) e Edmar Sucuri (Brasiliense)

Cartões vermelhos: Radamés e Edmar Sucuri (Brasiliense)

Árbitro: Cristiano Nascimento

Estádio: Serra do Lago, em Luziânia

Público: 880 pagantes

Renda: R$ 7.480,00

Veja mais notícias sobre: 2018 & Campeonato Candango