Home » Notícias » 2017 & Campeonato Candango

2017 Campeonato Candango
Julgamento de Gama e Brasiliense, por pancadaria, será na terça (21)
Ian Ferraz / Metrópoles.com
17/03/17 - 11h59
DANIEL FERREIRA / METRÓPOLES.COM

O Tribunal de Justiça Desportiva do Distrito Federal confirmou para terça-feira (21/3), às 18h, o julgamento dos envolvidos na pancadaria que manchou o clássico 55 entre Gama e Brasiliense, no Bezerrão. No edital de citação, o TJD-DF convoca os dez atletas expulsos, além dos dois clubes e o auxiliar técnico do Brasiliense, Adelton Gomes, o Guto.

Em caixa alta, o TJD-DF pede que os envolvidos compareceram à sede do tribunal, na Asa Sul, às 18h, em razão da quantidade de denunciados. Normalmente, as sessões são marcadas para às 19h. A sessão definirá a punição de jogadores e clubes. Preventivamente, o tribunal interditou o Bezerrão por falta de segurança.

Após tomarem conhecimento da súmula do árbitro Almir Camargo, os jogadores continuaram a trocar acusações. Preocupado com possíveis novas brigas entre as torcidas, o Brasiliense solicitou à Federação de Futebol do Distrito Federal que todos os jogos contra o Gama sejam disputados no estádio Mané Garrincha.



Veja quem foi convocado para o julgamento e as multas cabíveis:

- Anderson Francisco Nunes (Nunes), atleta do Brasiliense: citado em dois artigos, pena de até 22 partidas de suspensão
- Eduardo José da Rosa Milhomem (Eduardo), atleta do Gama: pena de até 10 partidas de suspensão
- Eduardo N.Rondon (Dudu Gago), atleta do Gama: pena de até 10 partidas de suspensão
- Gabriel Arantes de Souza (Gabriel), atleta do Brasiliense: pena de até 10 partidas de suspensão
- Raone L.Da Sival dos A.Macedo (Raone), atleta do Gama: pena de até 10 partidas de suspensão
- Paulo André Fernandes Nunes (Paulinho), atleta do Gama: pena de até 10 partidas de suspensão
- Elcarlos Gomes Lima Júnior (Elcarlos), atleta do Brasiliense: pena de até 10 partidas de suspensão
- Roberto Nascimento dos Santos (Roberto Pitio), atleta do Gama: pena de até 10 partidas de suspensão
- Adelton Gomes da Silva (Guto), auxiliar técnico do Brasiliense: pena de até 10 partidas de suspensão
- Adilson Aguero dos Santos (Maringá), atleta do Gama: pena de até 10 partidas de suspensão
- Nikael Júnior Fernandes dos Santos (Fernandes), atleta do Brasiliense: pena de até 10 partidas de suspensão
- Sociedade Esportiva do Gama: multa de até R$ 20 mil pela participação no incidente; perda de até 10 mandos de campo; multa de R$ 100 a R$ 100 mil pela falta de segurança no evento
- Brasiliense Futebol Clube: multa de até R$ 20 mil pela participação no incidente

Entenda a confusão
Gama e Brasiliense disputaram o clássico de número 55 da história no domingo (12/3), no estádio do Bezerrão. A partida teve que ser interrompida aos 43 minutos do segundo tempo após briga generalizada entre torcedores e jogadores. O jogo terminou empatado em 1 a 1.

A pancadaria teve início com um desentendimento entre os jogadores Nunes (Brasiliense) e Dudu Gago (Gama). O bate-boca dos atletas acirrou os ânimos dos demais jogadores e comissão técnica das duas equipes, dando início à troca de socos e empurrões.

O clima tenso foi transmitido aos torcedores, que invadiram o gramado. Apoiadores do Gama correram para retirar faixas da torcida do Brasiliense, o que no meio das organizadas é visto como "prêmio", aumentando a confusão. Torcedores do clube de Taguatinga, em menor número, também invadiram o gramado e continuaram a briga com gamenses, dando trabalho ao policiamento e à segurança no estádio, que foi interditado depois da pancadaria.

Veja mais notícias sobre: 2017 & Campeonato Candango